Tenistas belgas estão em pé de guerra

O pai da tenista belga KimClijsters, Leo Clijsters, acusou sua compatriota JustineHenin-Hardenne de utilizar substâncias dopantes. Em declarações aos jornais "Gazet Van Antwerpen" e "Belang Van Limburg", Leo Clijsters chamou a atenção para a massa muscular de Henin. Disse que a tenista parece ter duplicado sua massa muscular desde o inverno passado o que, a seu juízo, é evidência clara de uso de doping.A resposta de Henin, que ontem retornou a Bruxelas depois de vencer o Aberto dos Estados Unidos, foi categorica: ?Meu único doping é o trabalho?, disse. A tenista lembrou que antes de disputar o US Open teve de se submeter a exames de urina e sangue e avisou: ?De minha parte, tentarei simplesmente a dar resposta na quadra, que a meu ver a única que conta?. O preparador físico de Henin, Carlos Rodríguez, declarou ao diário "La Derniere Heure" que se sente "decepcionado" com a acusação e garantiu que as vitórias de Henin "são resultado de um trabalho bem feito?. Segundo Rodriguez, ela não toma nenhum tipo de substância. ?Nem creatina, como outras jogadoras belgas?, arrematou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.