Thiago Alves cai para Hewitt na estreia pelo US Open

O brasileiro Thiago Alves bem que tentou reagir para evitar sua eliminação na estreia pelo US Open nesta segunda-feira, mas acabou sucumbindo diante do australiano Lleyton Hewitt, que venceu com direito a "pneu" no primeiro set. Assim como no ano passado, quando caiu na primeira rodada para o suíço Roger Federer, Alves durou pouco na competição nova-iorquina, perdendo para Hewitt por 3 sets a 0, com parciais de 6/0, 6/3 e 6/4, em 1h50 de jogo.

AE, Agencia Estado

31 de agosto de 2009 | 20h58

Após uma atuação ruim no primeiro set, o brasileiro se esforçou para equilibrar o jogo nas parciais seguintes, chegando a colocar pressão sobre o ex-número 1 do mundo no terceiro set. No entanto, Alves não conseguiu superar os 40 erros não forçados na partida, contra apenas 29 de Hewitt. No primeiro saque, o atual 107.º colocado na ATP também decepcionou, conquistando apenas 49% dos pontos, enquanto o australiano teve aproveitamento de 81%.

Lutando para se recuperar no ranking mundial, aparecendo atualmente na 32.ª colocação, Hewitt enfrentará pela segunda rodada em Nova York o argentino Juan Ignacio Chela. Também nesta segunda-feira, Chela passou com autoridade pelo espanhol Óscar Hernández, vencendo por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 6/4 e 6/2, em 2h01 de partida.

Ainda nesta segunda pelo US Open, o norte-americano James Blake estreou com vitória por 3 sets a 0 (6/1, 6/4 e 7/5) sobre o espanhol Ruben Ramirez Hidalgo e se credenciou para enfrentar o belga Olivier Rochus. Já o sueco Robin Soderling chegou a ceder um set para o espanhol Albert Montanes, mas venceu por 3 a 1 (6/1, 3/6, 6/1 e 6/4). Na segunda rodada, Soderling terá em seu caminho outro tenista da Espanha: Marcel Granollers.

O alemão Tommy Haas superou o colombiano Alejandro Falla por 3 a 1 (7/5, 4/6, 7/6 (9/7) e 6/2) e vai encarar o norte-americano Robert Kendrick. O seu xará espanhol Tommy Robredo também se deu bem, vencendo o tenista da casa Donald Young por 3 a 1 (6/4, 3/6, 6/2 e 6/3), e enfrenta agora o compatriota Guillermo Garcia-Lopez. O russo Nikolay Davydenko, por sua vez, derrotou o alemão Dieter Kindlmann por 3 a 0 (6/3, 6/4 e 7/5) e duela contra o checo Jan Hernych.

Federer, cabeça de chave número 1 e pentacampeão do US Open, conheceu seu adversário pela segunda rodada. Depois de eliminar o desconhecido norte-americano Devin Britton com facilidade, ele terá pela frente o alemão Simon Greul, que venceu o equatoriano Giovanni Lapentti por 3 sets a 2 (6/3, 4/6, 3/6, 6/0 e 7/6 (11/9)).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.