Divulgação/Gallas Press
Divulgação/Gallas Press

Thiago Wild bate francês e conquista terceiro título como profissional no tênis

Brasileiro venceu Hugo Gaston no Future de Montauban, disputado em quadras de saibro na França

Redação, Estadao Conteudo

30 de junho de 2019 | 20h02

O tenista brasileiro Thiago Wild, de 19 anos, conquistou neste domingo o seu terceiro título desde que se tornou profissional. Com a vitória sobre o francês Hugo Gaston, sexto cabeça de chave, por 2 sets a 0 - com parciais de 6/4 e 6/2, após 1 hora e 13 minutos -, o atual número 360 do ranking da ATP faturou o Future de Montauban, disputados em quadras de saibro na França.

A conquista deste domingo se junta aos títulos dos Futures de Antalya, na Turquia, em 2017, e de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, em 2018, ambos com premiação de US$ 25 mil (R$ 96 mil) - o mesmo do torneio em Montauban.

"Semana boa pro Thiago, cada vez mais confiante nas coisas que pode fazer, uma semana dessas sempre dá uma motivação maior, confiança maior para os próximos torneios. A jornada é longa, precisa evoluir bastante para chegar onde ele quer, mas esse é o caminho com muito trabalho, dedicação, determinação", disse João Zwetsch, técnico do Instituto Tennis Route, do Rio de Janeiro, que acompanha o atleta.

Thiago Wild fez uma pequena alteração nos planos para a sequência da temporada. Ele jogaria mais um torneio na França a partir desta segunda-feira, mas entrou direto no Challenger de Recanati, na Itália. Seu rival na estreia será o russo Aslan Karatsev, 343.º colocado do mundo.

Na atual temporada, o brasileiro conseguiu uma vitória de nível ATP no Brasil Open, em São Paulo, e venceu outros sete jogos de torneios da série Challenger. Por pouco não saiu de Montauban com duas taças, já que foi finalista também nas duplas. Contudo, na decisão do último sábado, Wild e o francês Dan Added foram derrotados pelo colombiano Alejandro Gomez e pelo norte-americano Israel Ore com um duplo 6/2.

Tudo o que sabemos sobre:
Thiago Wildtênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.