Gaspar Nobrega/DGW Comunicação
Gaspar Nobrega/DGW Comunicação

Thiago Wild vence e é o único brasileiro vivo no Brasil Open

Em seu terceiro torneio de ATP, tenista paranaense avança de fase pela primeira fez

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de fevereiro de 2019 | 00h30

O tênis brasileiro segue vivo na chave de simples do Brasil Open. O paranaense Thiago Wild foi o único dos três representantes do País que conseguiu vencer, nesta terça-feira, na rodada de estreia do torneio de nível ATP 250 disputado em quadra de saibro no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. O cearense Thiago Monteiro, número 1 do Brasil, e o paulista Pedro Sakamoto foram derrotados.

Em seu terceiro torneio de ATP na carreira, Thiago Wild finalmente conseguiu vencer a primeira - levou uma virada nas estreias do ATP 250 de Córdoba, na Argentina, e do Rio Open, um ATP 500 no Rio de Janeiro. Nesta terça-feira, lutou bastante para derrotar o sueco Elias Ymer por 2 sets a 1 - com parciais de 6/3, 4/6 e 6/2, em 2 hora e 1 minuto de jogo.

Com a vitória desta terça-feira, o tenista de apenas 18 anos deverá dar um enorme salto no ranking, que será atualizado na próxima segunda-feira, e entrará para o Top 400 pela primeira vez - é o atual número 449 do mundo. Pelas oitavas de final, já sabe quem será o seu adversário. Vai pegar o argentino Marco Trungellieti, de 29 anos e atual 121 do mundo, que na estreia bateu o japonês Taro Daniel.

"Acho que é fruto de um trabalho que eu venho fazendo há muito tempo. Com certeza, era um objetivo ganhar o primeiro jogo de ATP, mas como eu já venho dizendo, é só mais um jogo e eu tenho que manter o foco no torneio, que ainda não acabou", afirmou Thiago Wild, que volta à quadra nesta quarta-feira, no último jogo da quadra central.

"Vou entrar da mesma maneira que entrei hoje (terça-feira), o mesmo foco, lógico que com alguns ajustes táticos porque são jogadores diferentes e que jogam completamente diferentes. Acho que tenho que entrar com o mesmo espírito de hoje, indo para as bolas, jogando do jeito que eu me acho confortável na quadra e tentar ganhar", completou o paranaense.

DERROTAS - Mais cedo nesta terça-feira, Pedro Sakamoto foi batido pelo espanhol Jaume Munar por 2 sets a 0 - com parciais de 6/3 e 6/2. No último jogo do dia, a maior esperança brasileira caiu. Thiago Monteiro, número 1 do Brasil e 120 do mundo, acabou eliminado na estreia contra o norueguês Casper Ruud por 2 sets a 0 - com parciais de 6/3 e 6/4, em 1 hora e 12 minutos.

Thiago Monteiro tem apenas uma vitória na carreira profissional no saibro do Ibirapuera. Foi no qualifying de 2014 contra o compatriota Marcos Vinicius Dias, perdendo as outras cinco partidas que teve no palco atual do torneio.

"Gosto dessas condições, mas acho que meus adversários devem gostar mais", ironizou o cearense em entrevista à FOX Sports após a derrota. "Acho que o nível está muito competitivo e parelho, então é uma coisa de semana, de estar se sentindo bem", explicou o brasileiro.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisBrasil OpenThiago Wild

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.