AFP
AFP

Thiem celebra título conquistado sob o olhar de Guga: 'Foi uma honra'

'Esse torneio é especial, estou muito feliz por vencer aqui', declara o austríaco

Estadao Conteudo

27 Fevereiro 2017 | 10h42

O austríaco Dominic Thiem conquistou no último domingo a edição de 2017 do Rio Open. Segundo cabeça de chave da competição, ele derrotou na decisão o espanhol Pablo Carreño Busta por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/4, sob os olhares atentos de Gustavo Kuerten, o Guga, que compareceu ao Jockey Club Brasileiro para assistir à final.

"Esse torneio é especial, estou muito feliz por vencer aqui. Foi uma honra jogar a final diante de Guga, um dos maiores campeões da história do tênis no saibro. Espero voltar no ano que vem, sem jogar um torneio antes ou depois, para curtir mais a cidade e o carnaval. Não tive tempo de fazer muitas coisas no Rio, mas vi o carnaval do hotel e foi impressionante a quantidade de pessoas nas ruas", comentou o campeão.

O título conquistado no Rio foi o oitavo da carreira de Thiem, de 23 anos, sendo o primeiro na temporada 2017. E para faturar o troféu, o austríaco não perdeu sequer um set em suas cinco partidas, contra os sérvios Janko Tipsarevic e Dusan Lajovic, o argentino Diego Schwartzman e os espanhóis Albert Ramos-Vinolas e Pablo Carreño Busta.

"Gostei como joguei esta semana, me sinto à vontade no saibro. Quero fazer uma boa temporada nos torneios de quadras rápidas, depois me manter assim na temporada europeia do saibro, e principalmente em Roland Garros", celebrou Thiem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.