Martin Bureau/ AFP
Martin Bureau/ AFP

Thiem comete muitos erros e leva incrível virada de Andujar em Roland Garros

Tenista austríaco abre dois sets de vantagem sobre espanhol, mas acaba eliminado do Grand Slam francês

Redação, Estadão Conteúdo

30 de maio de 2021 | 14h44

A zebra deu as caras em grande estilo no primeiro dia de Roland Garros. Numa apresentação repleta de erros, Dominic Thiem, cabeça de chave número 4 e atual campeão do Aberto dos Estados Unidos, levou impressionante virada de Pablo Andujar, após abrir 2 a 0, para ser o primeiro dos candidatos ao título no saibro francês a dar adeus.

Vice-campeão em 2018 e 2019, o austríaco até começou a partida passando a falsa impressão que venceria sem maiores problemas, ao fechar os dois primeiros sets com parciais de 6/4 e 7/5. Comprovava sua força diante de um espanhol que lutava muito e não desistia dos pontos.

O empenho do veterano Andujar, de 35 anos, parecia incomodar Thiem, que caiu muito de rendimento a partir do terceiro set na quadra Phillipe Chatrier, a principal do complexo de Roland Garros.

Cometendo muitos erros, Thiem passou de dominador a dominado e já não conseguia mais imprimir seu ritmo. Para se ter noção do dia ruim em Paris do austríaco, basta ver o tanto de erros não forçados dele nas 4h28 de jogo. Foram 61, que resultaram na precoce queda.

Andujar aproveitou o desequilíbrio do austríaco para fechar o terceiro set por 6/3. Sem jamais ter vencido Thiem nos outros três confrontos realizados, ele tentava não aumentar o retrospecto negativo. E desencantou com 6/4 nas duas últimas parciais e 3 a 2 numa enorme batalha e virada impressionante.

Outro favorito que deu adeus em Paris foi Grigor Dimitrov. Mas por abandono. Depois de abrir 2 a 0 sobre o americano Marcos Giron, parciais de 6/2 e 6/4, caiu por 7/5 no terceiro set e, quando estava atrás em 3 a 0 no quarto, desistiu ao sentir uma lesão. O búlgaro, 11° cabeça de chave, já havia abandonado na semifinal do Australian Open, em fevereiro, também por problemas físicos.

Confira outros resultados deste domingo:

Karen Khachanov bateu Jirí Veselý por 6/1, 6/2 e 6/3, Márton Fucsovisc passou por Gilles Simon com 6/4, 6/1 e 7/6 (5), Guido Pella superou Daniel Gallán por 6/3, 7/6 (4) e 7/5, Roberto Bautista derrotou Mario Vilella Martínez por 6/4, 6/4 e 6/2, Miomir Kecmanovic ganhou de Daniel Evans por 1/6, 6/3, 6/3 e 6/4, Henri Laaksonen eliminou Yannick Hanfmann com 6/1, 6/3, 4/6 e 6/2, Pablo Busta venceu Norbert Combos por 6/3, 6/4 e 6/3, Fábio Fognini bateu Grégore Barrère por 6/4, 6/1 e 6/4, Enzo Couacaud levou a melhor sobre Egor Gerasimov, por 7/6 (3), 6/4 e 6/3, Mackenzie McDonald superou Emil Ruusuvuori por 4/6, 6/3, 7/6 (4) e 6/3.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.