Erwin Scheriau/AFP
Erwin Scheriau/AFP

Thiem garante triunfo da Áustria e Raonic faz Canadá avançar na Copa Davis

Tenista austríaco fechou em 3 a 1 a série melhor de cinco partidas contra Jordan Thompson por 6/1, 6/3 e 6/0

Estadão Conteúdo

16 Setembro 2018 | 23h20

Dois tenistas de destaque que foram para a quadra neste domingo em confrontos válidos pelos playoffs para o Grupo Mundial da Copa Davis, Dominic Thiem e Milos Raonic conquistaram vitórias e garantiram a Áustria e o Canadá, respectivamente, como cabeças de chave da fase classificatória da competição em 2019, quando o tradicional e mais do que centenário evento ganhará um formato de disputa totalmente novo.

Atual oitavo colocado do ranking mundial, Thiem fechou em 3 a 1 a série melhor de cinco partidas do confronto com a Austrália, disputada em Graz, na Áustria, ao arrasar Jordan Thompson por 6/1, 6/3 e 6/0. Raonic, por sua vez, fez valer a sua condição de atual 20º colocado da ATP ao superar Scott Griekspoor, também por 3 a 0, com 7/6 (7/4), 6/3 e 6/4, e fechar em 3 a 1, em Toronto, o embate travado pelo seu país contra a Holanda.

Outra nação que liquidou em 3 a 1 a sua série válida pelos playoffs do Grupo Mundial neste domingo foi a Grã-Bretanha. Isso aconteceu com Cameron Norrie arrasando Sanjar Fayziev por 6/2, 6/2 e 6/0 e liquidando o Usbequistão em Glasgow, na Escócia.

Outros dois países que triunfaram neste domingo pelos playoffs foram a República Checa e a Suécia. Os checos venceram a Hungria por 3 a 2 na série melhor de cinco duelos, fora de casa, em Budapeste, enquanto os suecos aproveitaram o fato de a Suíça estar jogando sem Roger Federer e Stan Wawrinka para também triunfar por 3 a 2 como visitantes, na cidade de Biel.

Já Sérvia e Japão, que já haviam liquidado seus respectivos confrontos contra Índia e Bósnia-Herzegovina como mandantes no sábado, neste domingo apenas ampliaram para 4 a 0 a vantagem de 3 a 0 que haviam aberto no dia anterior. O quinto e último duelo de simples destes dois embates entre as nações acabou sendo cancelado.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.