Mast Irham/EFE
Mast Irham/EFE

Thomaz Bellucci afirma que deixa a Austrália mais confiante

Brasileiro lembra que conquistou quatro vitórias, sendo três no qualifying, antes de cair para um Top 10

Agência Estado

16 de janeiro de 2014 | 12h36

MELBOURNE - Eliminado nesta quinta-feira do Aberto da Austrália ao perder para o francês Jo-Wilfried Tsonga por 3 sets a 0, Thomaz Bellucci fez um balanço positivo da sua participação no primeiro Grand Slam da temporada. O brasileiro lembrou que conquistou quatro vitórias, sendo três no qualifying, antes de cair para um Top 10 na segunda rodada. Por isso, agora está mais confiante, e também ansioso para a disputa do giro latino-americano em quadras de saibro.

"Saio da Austrália com uma boa sensação. Queria ter ido mais longe, mas não deu. Essas quatro vitórias me deram ritmo e confiança logo no início de temporada, o que é sempre bom. Estou ansioso pra voltar a treinar no saibro, meu piso favorito, e jogar na América do Sul", disse.

Diante de Tsonga, Bellucci fez um duelo bastante equilibrado no primeiro set, vencido pelo francês apenas no tie-break. E, na opinião do brasileiro, a parcial inicial foi decisiva para definir o confronto, pois o desgaste foi muito grande em razão do calor. "O primeiro set foi muito decisivo no jogo. Por causa do calor, seria uma grande vantagem sair com um set na frente", afirmou.

Bellucci também elogiou a atuação de Tsonga e reconheceu que não teve chances de batê-lo no segundo e terceiro sets. "O calor melhorou, mas ele consegui uma quebra logo no início dos dois sets seguintes e sacou muito bem todo o jogo, me dando poucas chances na hora de devolver o saque", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.