Felix Kaestle/EFE
Felix Kaestle/EFE

Thomaz Bellucci perde e Brasil deixa o Grupo Mundial da Davis

Com resultado, Brasil disputará o Zonal Americano da Copa Davis em 2014

AE, Agência Estado

15 de setembro de 2013 | 10h21

NEU-ULM - O Brasil disputará o Zonal Americano da Copa Davis em 2014. Neste domingo, Thomaz Bellucci foi facilmente derrotado por Daniel Brands por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 6/2 e 6/3, e selou a queda do time brasileiro no playoff do Grupo Mundial. Melhor para os alemães, que, atuando em casa, em Neu-Ulm, fecharam a série melhor de cinco jogos em 3 a 1 e continuarão na elite do tênis no ano que vem.

O resultado fará com que o Brasil dispute o Grupo 1 do Zonal Americano em 2014. Se passar desta fase, enfrentará algum dos derrotados da primeira rodada do Grupo Mundial do ano que vem. O vencedor desta disputa garante-se na elite do tênis em 2015.

A equipe brasileira havia voltado para o Grupo Mundial justamente em 2013, depois de dez anos sem participar da elite do tênis, mas o retorno durou pouco. Logo na primeira rodada, o Brasil acabou derrotado pelos Estados Unidos por 3 a 2, o que o obrigou a disputar o playoff para permanecer entre os melhores países da modalidade.

A queda confirmada neste domingo mostra bem o atual cenário do tênis brasileiro. Sem nenhum tenista entre os 100 melhores do mundo, o País viu Thomaz Bellucci (116.º do ranking) e Rogério Dutra Silva (127.º) serem presas fáceis nas partidas de simples. Apenas Bruno Soares e Marcelo Melo, que estão entre os melhores duplistas do mundo, se salvaram e garantiram o único ponto brasileiro na partida de duplas.

Depois de ser atropelado por Florian Mayer em sua primeira partida, na última sexta-feira, por 3 sets a 0, Bellucci revelou estar atuando com dores no ombro, fruto de uma tendinite. E o problema parece ter atrapalhado o tenista neste domingo, já que em nenhum momento sequer conseguiu ameaçar Daniel Brands.

No primeiro set, Bellucci até tentou, chegou a ter quatro oportunidades de quebra, mas viu Daniel Brands confirmar o único break point que teve para fechar em 6/4. Daí para frente, o brasileiro voltou a mostrar a instabilidade que vem apresentando há algum tempo. Ele até lutou bastante no último game da partida, mas já era tarde e a vitória ficou mesmo com o alemão.

OUTROS RESULTADOS

Também neste domingo, a Grã-Bretanha se manteve na elite do tênis mundial graças a seu principal destaque, Andy Murray. O número 3 do mundo derrotou o croata Ivan Dodig por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 6/2 e 6/4, e fechou o duelo em 3 a 1 a favor dos britânicos.

Já a Austrália garantiu-se no Grupo Mundial da Copa Davis com a vitória de Bernard Tomic sobre Lukasz Kubot. Tomic não teve maiores dificuldades para atropelar por 3 sets a 0, mesmo atuando na casa do adversário, com parciais de 6/4, 7/6 (7/5) e 6/3, fechando o confronto melhor de cinco jogos em 3 a 1.

Bem mais difícil foi a manutenção do Japão no Grupo Mundial. Os asiáticos entraram no domingo perdendo por 2 a 1 para a Colômbia, mas viram Kei Nishikori igualar o confronto com uma vitória tranquila por 3 a 0 sobre Santiago Giraldo: 6/1, 6/2 e 6/4. No jogo que definiria tudo, Go Soeda saiu perdendo para Alejandro Falla, mas conseguiu a virada e venceu por 3 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/4, 6/3 e 6/3.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisCopa DavisBrasilThomaz Bellucci

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.