Thomaz Bellucci supera francês Mahut e encerra jejum no US Open

Com uma atuação consistente, brasileiro leva a melhor sobre o rival pelo placar de 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/4), 6/4 e 6/1

Estadão Conteúdo

25 de agosto de 2014 | 18h38

Thomaz Bellucci encerrou um jejum de quatro anos sem vitórias no US Open nesta segunda-feira ao derrotar o experiente Nicolas Mahut, da França, na primeira rodada do Grand Slam disputado em Nova York. Com uma atuação consistente, o brasileiro levou a melhor pelo placar de 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/4), 6/4 e 6/1.

O número 1 do Brasil não vencia no piso duro do US Open desde 2010, quando foi eliminado na segunda rodada. Desde então acumulou decepções contra rivais de pouca expressão, como aconteceu em 2011. Na época, foi derrotado de virada pelo israelense Dudi Sela em cinco sets.

Escaldado, Bellucci não repetiu nesta segunda os erros cometidos nas participações recentes no US Open. Depois de vencer no tie-break no set inicial, manteve o ritmo na segunda parcial e no último set, quando esteve perto de cravar um "pneu". O brasileiro chegou a estar vencendo por 5/0 antes de fechar em 6/1.

Com o saque calibrado, o número 1 do País não perdeu o saque em nenhum momento da partida e faturou três quebras. Também foi consistente nos golpes durante todo o jogo. Cometeu apenas seis erros não forçados nas duas horas de partida.

Agora o brasileiro aguarda a definição do seu rival na segunda rodada. Ele tem boas chances de cruzar com o suíço Stan Wawrinka, atual número quatro do mundo. O campeão do Aberto da Austrália enfrenta ainda nesta segunda-feira o checo Jiri Vesely. Se vencer, encara Bellucci na sequência.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisUS OpenThomaz Bellucci

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.