Jesús Espinosa/Efe
Jesús Espinosa/Efe

Thomaz Bellucci vence na estreia em Acapulco

Tenista brasileiro não encontra muitos problemas para derrotar o espanhol Oscar Hernandes por 2 a 0

AE, Agencia Estado

22 de fevereiro de 2010 | 22h16

O brasileiro Thomaz Bellucci voltou a vencer nesta segunda-feira após a eliminação para o compatriota Ricardo Mello, ainda nas quartas de final do Brasil Open, na Costa do Sauipe. Recuperado do revés, o atual número 1 do País passou com facilidade pela estreia no Torneio de Acapulco, no México, derrotando o espanhol Oscar Hernandez por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2.

Ainda embalado pelo título em Santiago, no Chile, no início do ano, o brasileiro precisou de apenas 1h11 para despachar Hernandez. Atual número 32 do mundo, Bellucci impressionou com um ótimo saque no primeiro set, conquistando oito aces. Na segunda parcial, o massacre sobre o 80.º colocado da ATP seguiu, com duas quebras decisivas para fechar o jogo.

Na sequência de sua campanha no saibro mexicano, Bellucci promete ter uma pedreira pela frente. Pelas oitavas de final, o brasileiro encontrará o vencedor do confronto entre o espanhol David Ferrer, número 17 do mundo e terceiro cabeça de chave do torneio, e o italiano Potito Starace.

Enquanto vai em busca dos 500 pontos válidos ao campeão na chave de simples, Bellucci também disputa o torneio de duplas em Acapulco. Ao lado do argentino Lucas Arnold Ker, o brasileiro ainda fará sua estreia contra os mexicanos Juan-Manuel Elizondo e Cesar Ramirez.

DUPLASTambém no México, outros dois brasileiros se deram bem nesta segunda. Pelas duplas, Bruno Soares e Marcelo Melo venceram os israelenses Andy Ram e Jonathan Erlich por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/4. Nas quartas de final, eles encaram a dupla vencedora do confronto entre os italianos Starace e Fabio Fognini e os norte-americanos John Isner e Sam Querrey.

Já o brasileiro André Sá foi eliminado logo na estreia pelo Torneio de Delray Beach, na Flórida. Ao lado do romeno Horia Tecau, ele perdeu por 2 sets a 0 (6/2 e 6/3) diante do norte-americano James Cerretani e do francês Jeremy Chardy.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.