Tommy Haas e Juan Monaco vão à final em Hamburgo

Tommy Haas é um dos finalistas do Torneio de Hamburgo. Cada vez mais perto de se tornar o primeiro tenista alemão a vencer ali desde 1993, quando Michael Stich levantou a taça, o ex-número 2 do mundo avançou à final neste sábado, depois de vencer o croata Marin Cilic, por 2 sets a 0, parciais de 7/6 (9/7) e 6/0, em uma hora e 56 minutos de jogo.

AE, Agência Estado

21 de julho de 2012 | 13h44

Na final, o adversário de Haas será o argentino Juan Monaco, 14.º colocado do ranking mundial, que teve trabalho para vencer o favorito Nicolas Almagro, primeiro cabeça de chave, em três sets, com parciais de 3/6, 6/3 e 6/4, em duas horas e dois minutos de partida.

Haas, que um dia foi vice-líder da ATP, atualmente é apenas o 48.ª colocado, e voltou a colecionar feitos no circuito profissional após longo tempo de ostracismo. No mês passado, ele brilhou ao bater ninguém menos do que o suíço Roger Federer, atual número 1 do mundo, na final do Torneio de Halle, disputado em piso de grama e preparatório para o Grand Slam inglês, cuja última edição foi conquistada justamente por Federer.

A final, que será jogada no domingo, será a 23.ª da carreira da carreira de Haas, que vai atrás do seu décimo título no Circuito da ATP. Já Monaco esteve em outras 14 finais, mas só tem cinco taças. No histórico entre os dois, três vitórias para o argentino e uma para o alemão.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisTorneio de Hamburgo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.