Christian Weische/EFE
Christian Weische/EFE

Tommy Haas vence Roger Federer e fatura o título do Torneio de Halle

Veterano alemão superou o tenista número 3 do mundo por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/5) e 6/4

AE, Agência Estado

17 de junho de 2012 | 10h29

HALLE - O veterano alemão Tommy Haas surpreendeu neste domingo e fez a alegria da torcida local ao conquistar o título do Torneio de Halle, disputado em quadras de grama e que serve de preparação para Wimbledon. Na final do ATP 250, o tenista de 34 anos, que está apenas em 87º lugar no ranking da ATP, superou o suíço Roger Federer, número 3 do mundo, por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/5) e 6/4, em 1 hora e 35 minutos.

Para ser campeão em Halle, Haas precisou quebrar um jejum diante de Federer, já que havia perdido as nove partidas anteriores para o suíço. Agora, o veterano está em desvantagem de 10 a 3 no confronto direto. Além disso, Federer vinha de 49 vitórias consecutivas contra tenistas alemães.

Convidado da organização, Haas fez campanha irrepreensível em Halle, relembrando os melhores momentos da sua carreira, quando chegou a ser o número 2 do mundo. Além de Federer, ele derrotou outros três cabeças de chave: o espanhol Marcel Granollers, o checo Tomas Berdych e o alemão Philipp Kohlschreiber, que era o atual campeão do torneio alemão e foi o algoz do espanhol Rafael Nadal.

O título deste domingo foi o segundo de Haas em Halle, já que o alemão havia sido campeão em 2009 ao bater o sérvio Novak Djokovic na decisão. Desde então, porém, o veterano não disputava uma final. Agora, ele acumula 13 troféus em 22 decisões disputadas.

Na final deste domingo, Federer começou melhor, conseguiu uma quebra de serviço logo no começo e abriu 3/1. Haas, porém, reagiu, converteu um break-point no sexto game. O alemão ainda desperdiçou dois sets-points no 10º game. No tie-break, o suíço abriu 2 a 0, mas perdeu quatro pontos seguidos e viu Haas triunfar por 7/5.

No segundo set, Haas conseguiu uma quebra de serviço decisiva no nono game. Em vantagem de 5/4, o alemão apenas precisou confirmar o seu saque em seguida para fechar a parcial em 6/4 e o jogo em 2 sets a 0. Assim, impediu o sexto título de Federer em Halle e faturou o seu segundo troféu no torneio alemão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.