Torcida brasileira faz festa em NY

O estádio Louis Amstrong transformou-se nesta terça-feira num pequeno pedaço do Brasil, assim como é conhecida a região da rua 46 em Nova York, como Little Brazil. Com o atraso de horas para iniciar o duelo Guga x Costa, as arquibancadas com capacidade para dez mil pessoas foram invadidas pela torcida brasileira. A espera pela jogo virou uma festa. Artistas como Sônia Braga e Francisco Cuoco desfilaram de um lado para o outro a procura de um lugar para sentar. No caminho, posavam para fotos ao lado de torcedores entusiasmados, já esquentando o clima festivo e alegre que tomou conta do jogo de Guga em Flushing Meadows. Entre tantos torcedores brasileiros também estava Pancho Gonzalez, um dos maiores jogadores da história do tênis, que há três anos dizia que Guga jamais poderia jogar em bem quadras rápidas, por causa de sua preparação de golpe (back swing) muito acentuado. Deve estar convencido do contrário. A situação só se complicou nos últimos games do terceiro set, quando houve uma invasão de insetos, ameaçando até mesmo a interrupção da partida. Até mesmo o árbitro geral esteve na quadra, mas mandou continuar o jogo, com os tenistas encontrando dificuldades, especialmente para sacar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.