Torneio de tênis da Olimpíada não terá mais o 'set longo'

A Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês) publicou nesta quinta-feira os detalhes do regulamento do torneio de tênis dos Jogos Olímpicos do Rio. E a principal novidade é o fim do chamado "set longo", que determinava que o último set de uma partida só acabasse quando um tenista abrisse dois pontos de vantagem sobre o rival, a partir de seis.

Estadão Conteúdo

07 de abril de 2016 | 22h54

Por conta dessa regra, o terceiro set do jogo entre Roger Federer e Juan Martin del Potro na semifinal dos Jogos de Londres, em 2012, acabou com surreais 19/17. Agora, pela nova regra, os dois tenistas disputam um tie-break após o empate em 6/6, como já acontece nos outros sets.

Todas as partidas da competição será em melhor de três sets, com exceção da final masculina, tradicionalmente jogada em melhor de cinco. Em Londres, o quinto set não foi necessário porque Andy Murray venceu Roger Federer por 3 sets a 0.

O período de classificação para os Jogos se encerra em 6 de junho. Os 56 melhores do ranking mundial, com um limite de quatro por País, estarão no Rio. O Brasil tem direito a um representante no masculino e um no feminino, mas Thomaz Bellucci deverá se classificar a partir do ranking. Teliana, pelo menos por enquanto, vai por convite dado ao país-sede.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.