Martin Keep / AFP
Martin Keep / AFP

Tsitsipas diz que Djokovic 'faz a maioria dos tenistas de tola' ao não se vacinar

Atual número 4 do mundo criticou as incertezas causadas pelo tenista sérvio às vésperas do Aberto da Austrália

Redação, O Estado de S.Paulo

13 de janeiro de 2022 | 14h15

O grego Stefanos Tsitsipas afirmou nesta quinta-feira que Novak Djokovic está seguindo suas próprias regras e, com isso, fazendo a maioria dos tenistas parecer tola. O atual número 4 do mundo criticou as incertezas causadas pelo tenista sérvio às vésperas do Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam da temporada, em entrevista ao canal de TV indiano WION.

“Ninguém realmente pensou que poderia vir para a Austrália sem estar vacinado e sem seguir os protocolos. É preciso muita ousadia para fazer isso e colocar o Grand Slam em risco, o que não acho que muitos jogadores fariam. Com certeza ele está jogando pelas próprias regras e está fazendo algo que não muitos tenistas têm coragem de fazer, especialmente depois que a ATP anunciou certos critérios para os jogadores entrarem no país”, afirmou Tsitsipas.

O grego lembrou que a maior parte dos jogadores presentes em Melbourne estão vacinados e pontuou que aqueles que decidiram ir pelo caminho contrário estão fazendo o restante parecer estúpido. Segundo a ATP, apenas 3 entre os 100 melhores tenistas do ranking não estariam vacinados até o momento.

“Há duas formas de olhar para isso. Por um lado, quase todos os jogadores estão completamente vacinados e seguiram os protocolos para estar na Austrália. Por outro lado, parece que nem todos estão jogando pelas regras. Uma pequena minoria escolhe seguir o próprio caminho, o que meio que faz a maioria de nós parecer tolos”, continuou Tsitsipas.

Após mais de uma hora de atraso, o sorteio do Aberto da Austrália confirmou Djokovic na competição. Apesar de ter conseguido a liberação do seu visto, o sérvio ainda corre o risco de ter a decisão revogada pelo Ministro da Imigração e ser deportado da Austrália. O número 1 do mundo admitiu que testou positivo para a doença em dezembro e que furou o isolamento no período. E culpou seu agente por ter errado no preenchimento do formulário de entrada na Austrália, após ser acusado de mentir no documento.

Tsitsipas foi derrotado por Djokovic na última final de Roland Garros, a primeira do grego em um Grand Slam. Caso realmente participe do Aberto da Austrália, do qual é o atual campeão, o sérvio pode chegar a 21 títulos de Grand Slam e ultrapassar o espanhol Rafael Nadal e o suíço Roger Federer como maior vencedor de torneios deste nível.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.