Will Oliver/EFE
Will Oliver/EFE

Tsitsipas joga como veterano e supera Federer para chegar à decisão do ATP Finals

Jovem grego chega pela primeira vez à final do torneio que reúne os oito melhores jogadores da temporada em Londres

Redação, Estadão Conteúdo

16 de novembro de 2019 | 13h56

Um tênis seguro e eficiente, digno de um veterano, levou Stefanos Tsitsipas à decisão logo em sua primeira participação no ATP Finals. Em 1h36 de jogo, neste sábado, o grego de apenas 21 anos passou pelo suíço Roger Federer por 2 sets a 0 (6/3 e 6/4) na primeira semifinal do evento realizado em Londres, Inglaterra.

Na decisão do torneio que reúne os oito melhores tenistas da temporada, Tsitsipas terá pela frente o vencedor da partida entre o alemão Alexander Zverev, atual campeão do torneio, e o austríaco Dominic Thiem. Os dois se enfrentarão ainda neste sábado.

O placar do jogo não refletiu com exatidão o que foi o duelo de gerações entre Tsitsipas e o suíço de 38 anos, atual número três do ranking mundial e seis vezes campeão do ATP Finals. Federer vendeu caro cada ponto e extraiu do oponente uma grande variação de golpes.

O grego quebrou o serviço do oponente logo no segundo game do primeiro set, mas a facilidade inicial não se manteve. No nono game da parcial, Federer teve um breakpoint a seu favor, mas o jovem adversário escapou ileso.

Em um game com duração de quase 14 minutos, o estreante desperdiçou vários set points até finalmente conseguir fechar a parcial com um saque que o veterano suíço devolveu na rede.

A concentração de Federer desapareceu no terceiro game do segundo set, quando o suíço cometeu nada menos do que três erros não forçados e praticamente ofereceu a primeira quebra da segunda parcial ao grego.

No game seguinte, porém, Federer mostrou que estava de volta ao jogo e prontamente devolveu a quebra, empatando por 2 a 2. Só que Tsitsipas não se abalou com o tropeço e voltou a quebrar o saque do suíço, retomando a dianteira no game seguinte.

A estratégia de fazer o adversário se movimentar de um lado a outro da quadra se mostrou vencedora e o número seis do mundo chegou aos 4 a 2 na sequência. A partir dali, Tsitsipas apenas administrou a vantagem, fechando o jogo com um ace. Ele fará sua quarta final na temporada, a sexta de uma ainda curta, mas bastante promissora, carreira.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisStefanos TsitsipasRoger Federer

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.