Tsonga arrasa Novak Djokovic e encerra jejum contra sérvio

Em outro duelo desta quinta, Stan Wawrinka também é surpreendido ao cair diante do sul-africano Kevin Anderson em sets diretos

Estadão Conteúdo

07 de agosto de 2014 | 16h05

O francês Jo-Wilfried Tsonga brilhou nesta quinta-feira ao arrasar Novak Djokovic por 2 sets a 0, com duplo 6/2, e avançar às quartas de final do Masters 1000 de Toronto. O resultado obtido sobre o atual líder do ranking mundial, campeão de Wimbledon no mês passado, foi surpreendente também pelo fato de que o tenista sérvio vinha de 11 vitórias seguidas sobre o rival.

O último triunfo em uma partida diante do poderoso adversário havia sido obtido em 2010, nas quartas de final do Aberto da Austrália, mas vale lembrar que Tsonga ganhou um confronto por W.O. no Masters 1000 de Paris de 2011, quando o sérvio não entrou em quadra por motivo de lesão.

Para encerrar essa série negativa diante de Djokovic, o francês jogou muito nesta quinta. Além de aplicar oito aces, aproveitou as quatro chances que teve de quebrar o saque do rival e salvou o único break point cedido ao sérvio no confronto. Assim, liquidou a partida em apenas 63 minutos.

Com o arrasador triunfo, Tsonga se credenciou para encarar nas quartas de final o britânico Andy Murray, que nesta quinta nem precisou entrar em quadra para eliminar Richard Gasquet. O francês desistiu do confronto e foi eliminado por W.O.

Apenas neste ano, Tsonga havia sido batido por Djokovic por duas vezes, em Roland Garros e Wimbledon, e nas duas ocasiões com derrotas por 3 sets a 0. Antes disso, foram duas derrotas em 2013, cinco em 2012 e duas em 2011.

WAWRINKA TAMBÉM CAI
Em outro duelo desta quinta-feira, o suíço Stan Wawrinka, terceiro cabeça de chave, também foi surpreendido ao cair diante do sul-africano Kevin Anderson com parciais de 7/6 (8/6) e 7/5. 

Atual quarto tenista do ranking mundial, Wawrinka, porém, sofreu a sua segunda derrota seguida para Anderson, que já havia desbancado o favoritismo do suíço neste ano no Masters 1000 de Indian Wells. 

Com o novo triunfo, o sul-africano se credenciou para encarar nas quartas de final o ganhador da partida entre o búlgaro Grigor Dimitrov e o espanhol Tommy Robredo, também programada para ser encerrada nesta quinta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.