Philippe Huguen/AFP
Philippe Huguen/AFP

Tsonga atropela Darcis e deixa França empatada com a Bélgica na final da Davis

Tenista francês marcou 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/2 e 6/1

Estadão Conteúdo

24 Novembro 2017 | 16h22

Com uma atuação arrasadora, Jo-Wilfried Tsonga atropelou Steve Darcis por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/2 e 6/1, nesta sexta-feira, em Lille, e deixou a França empatada com a Bélgica no primeiro dia de disputas da final da Copa Davis de 2017.

+ Confira o noticiário do tênis

Horas mais cedo, David Goffin abriu vantagem para os belgas ao derrotar Lucas Pouille, também com facilidade, mas o experiente Tsonga garantiu a festa dos torcedores locais ao liquidar seu adversário em apenas 1h46min neste segundo duelo da série melhor de cinco partidas da decisão da principal competição de países do tênis masculino.

Atual 15.º colocado do ranking mundial, Tsonga não deu chances a Darcis, hoje o 76º da ATP, na quadra dura e coberta do estádio Pierre Mauroy, em Lille. Absoluto com o saque na mão, o francês ganhou 94% dos pontos que disputou com o primeiro e com o segundo serviço. Desta forma, não cedeu nenhuma chance de quebra ao belga e ainda converteu seis de 11 break points para fechar rapidamente a partida.

Assim, França e Bélgica se enfrentarão na partida de duplas deste sábado, marcada para começar às 11 horas (de Brasília), para ficar a uma vitória de garantir o título da Davis, cujo vencedor só poderá ser conhecido no domingo. Os locais Pierre-Hugues Herbert e Richard Gasquet estão escalados para encarar a parceria formada por Ruben Bemelmans e Joris De Loore.

Após o confronto de duplas deste sábado, o domingo prevê a inversão das partidas de simples desta sexta-feira, com Tsonga abrindo o dia contra Goffin e depois com Pouille encarando Darcis no duelo que fechará o embate entre as nações.

Nove vezes campeã da Davis, a França perdeu as últimas três finais em que esteve presente, em 2002, 2010 e 2014. A nação busca a sua primeira taça da competição desde 2001, enquanto a Bélgica, finalista pela segunda vez em três anos, luta para faturar o seu primeiro troféu do competição.

Mais conteúdo sobre:
tênis Copa Davis Jo-wilfried Tsonga

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.