Bertrand Langlois/AFP
Bertrand Langlois/AFP

Tsonga e Pouille ganham e fazem final francesa no Torneio de Marselha

Tenistas derrotam Nick Kyrgios e Richard Gasquet, respectivamente

Estadão Conteúdo

25 Fevereiro 2017 | 18h26

O Torneio de Marselha terá uma decisão francesa neste domingo. Isso porque neste sábado os locais Jo-Wilfried Tsonga e Lucas Pouille venceram seus jogos pelas semifinais, garantindo que um tenista da França será campeão desse ATP 250, disputado em quadras duras.

Na mais aguardada semifinal, Tsonga, o cabeça de chave número 2, derrotou o australiano Nick Kyrgios por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/5), 2/6 e 6/4, em 2 horas e 12 minutos de partida.

Tsonga sofreu bastante para alcançar a vitória. Conseguiu quebrar somente por duas vezes o saque do jovem tenista de 21 anos. Ao longa da partida conseguiu 16 aces e agora vai em busca do tricampeonato em Marselha - ele já ergueu o troféu em 2009 e em 2013.

Kyrgios teve ótima chance de vencer o primeiro set, mas vacilou. Depois de conseguir uma quebra, sacou com o jogo em 5/4, mas permitiu o empate e depois a virada no tie break.

O australiano reagiu na segunda parcial e fechou com certa tranquilidade, após duas quebras. No terceiro, no entanto, Tsonga justificou por que deve voltar a figurar no Top 10 do ranking mundial. Conseguiu uma quebra logo no início, abriu 3/1 a favor e depois fechou o jogo com tranquilidade.

Na sequência do dia, Lucas Pouille, cabeça de chave número 4, bateu o compatriota Richard Gasquet com mais tranquilidade, por 7/5 e 6/3 e se garantiu na primeira final. O duelo foi um tira-teima entre os dois tenistas, já que nos dois duelos anteriores, cada um venceu uma vez.

Os franceses fizeram um primeiro set bastante equilibrado. Pouille conseguiu quebrar o saque do adversário quando estava em 6/5. No seguinte, Pouille quebrou por duas vezes seguidas logo no começo e chegou a ficar em vantagem de 5 a 0. Gasquet devolveu uma quebra, mas não evitou a vitória do adversário.

Mais conteúdo sobre:
tênis Jo-wilfried Tsonga Lucas Pouille

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.