Tsonga vence Grigor Dimitrov e se garante na final em Toronto

Apenas o 13.º cabeça de chave do torneio canadense, francês espera o vencedor do duelo entre Roger Federer e Feliciano López

Estadão Conteúdo

09 de agosto de 2014 | 18h09

Cheio de moral depois de conquistar vitórias sobre Novak Djokovic e Andy Murray, Jo-Wilfried Tsonga garantiu vaga na final do Masters 1.000 de Toronto neste sábado. O tenista francês venceu o búlgaro Grigor Dimitrov por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/3, e lutará pelo título da competição neste domingo.

Apenas o 13.º cabeça de chave do torneio canadense, Tsonga agora espera pela definição do seu próximo adversário, que sairá do duelo entre o suíço Roger Federer e o espanhol Feliciano López, programado para acontecer na noite deste sábado.

Essa foi a quarta vitória do tenista francês em quatro jogos diante de Dimitrov, que anteriormente havia sido batido pelo rival por três vezes em 2011. Caiu em Roterdã, Pequim e no Grand Slam de Wimbledon. Entretanto, o búlgaro defendia a condição de atual oitavo colocado do ranking mundial, enquanto seu adversário figura atualmente no 15.º posto da ATP.

A posição no ranking, porém, fica em segundo plano se for levado em conta o fato de que Tsonga arrasou Djokovic, o atual número 1 do mundo, por duplo 6/2 em Toronto, antes de passar por Murray, hoje nono colocado no Top 10 do tênis, na última sexta. 

Confiante, o francês confirmou todos os seus saques no primeiro set e aproveitou o único break point cedido pelo búlgaro para abrir vantagem e depois servir para fazer 6/4. Já no segundo set, desta vez sem oferecer nenhuma chance de quebra ao rival, ele foi feliz em duas de nove oportunidades de ganhar games no serviço do adversário para aplicar o 6/3 que liquidou o jogo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.