Rodrigo Jiménez/ EFE
Rodrigo Jiménez/ EFE

Últimas campeãs de Roland Garros, Barty e Swiatek vencem e se encaram em Madri

No saibro da capital espanhola, australiana supera eslovena Tamara Zidansek, enquanto polonesa derrota alemã Laura Siegemund

Redação, Estadão Conteúdo

01 de maio de 2021 | 17h38

Com um calendário diferente da chave masculina, o Masters 1000 de Madri, a feminina já está adiantada. Neste sábado, o WTA 1000 na capital da Espanha teve jogos pela segunda rodada e já nas oitavas de final terá um duelo de enorme peso colocando frente a frente as duas últimas campeãs de Roland Garros. De um lado estará a número 1 do mundo, a australiana Ashleigh Barty, e do outro a polonesa Iga Swiatek. Será a primeira vez que as duas medirão forças no circuito profissional.

Ashleigh Barty foi a primeira a avançar na competição e não teve vida fácil contra a eslovena Tamara Zidansek, precisando de quase duas horas e três sets para passar, triunfando com as parciais de 6/4, 1/6 e 6/3. Iga Swiatek teve menos complicação para derrotar a alemã Laura Siegemund, anotando duplo 6/3.

O sábado também teve as duas últimas campeãs do WTA 1000 de Madri em ação pela segunda rodada. Defendendo o título, a holandesa Kiki Bertens foi surpreendida pela russa Veronika Kudermetova, que na próxima rodada desafiará a checa Petra Kvitova, vencedora no saibro madrilenho em 2018.

Cabeça de chave número 9, Kvitova teve pela frente uma ex-número 1 do mundo, medindo forças com a alemã Angelique Kerber. A checa mostrou força e levou a melhor em sets diretos, fechando o jogo com o placar final de 6/4 e 7/5.

Bertens não conseguiu repetir o mesmo e não fez valer a condição de sétima mais bem cotada no torneio. Sua algoz, Kudermetova, triunfou em sets diretos, derrubando a atual campeã com as parciais de 6/4 e 6/3.

Atual número 28 do mundo, a russa de 24 anos enfrentará Kvitova pela primeira vez na carreira. Kudermetova anotou contra Bertens a sua sexta vitória sobre uma Top 20 e buscará contra Kvitova a sétima, tendo perdido 14 vezes para rivais deste nível.

Quem também se garantiu na terceira rodada em Madri foi a letã Anastasija Sevastova, responsável pela eliminação de mais uma cabeça de chave, derrubando a 15.ª favorita Johanna Konta com um duplo 6/3. Após bater a britânica, ela vai enfrentar a espanhola Paula Badosa, que ganhou de virada da suíça Jil Teichmann por 2 sets a 1 - parciais de 5/7, 6/1 e 6/2.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.