Último exame médico aprova Guga

Tudo parece caminhar para um feliz retorno de Gustavo Kuerten às quadras. No último exame antes de voltar a jogar no circuito profissional - disputa o Torneio de Valência, na Espanha, a partir do dia 4 de abril -, o tenista brasileiro ouviu boas notícias do médico que realizou a cirurgia no seu quadril, em setembro. O norte-americano Marc Philippon assegurou que Guga apresenta uma boa recuperação, graças ao empenho, determinação e disciplina no tratamento realizado."Na sua volta às quadras, dentro de três semanas, Guga estará em boas condições. E em dez semanas, estará em excelentes condições", revelou Marc Philippon, depois de examinar o tenista brasileiro na quarta-feira à noite e analisar seu comportamento num bate-bola em uma quadra em São Paulo. Ele veio ao Brasil para participar de um congresso e aproveitou para avaliar seu paciente.Curiosamente, o prazo de dez semanas dado por Marc Philippon coincide justamente com o início de Roland Garros, o torneio em que Guga já conquistou três títulos e que será disputado a partir do dia 23 de maio. Assim, se não houver nenhum problema neste período, ele chegaria a Paris no melhor de sua forma física e já com certo ritmo de jogo.Os exames de raio X confirmaram as expectativas de Marc Philippon sobre a boa recuperação da cirurgia. O médico chegou, inclusive, a insinuar que o quadril direito de Guga - o que foi operado - estaria até em melhores condições do que o esquerdo, ao dizer: "Este é o quadril bom".As dores que Guga vem sentindo na região do quadril também não preocupam Marc Philippon. O médico garante que elas nada têm a ver com a cirurgia realizada em 21 de setembro. Disse se tratar apenas de dores musculares, em razão do longo período em que ele ficou afastado das quadras, sem treinar. E deu uma sugestão: "Aconselhei ao Guga para ele ir jogar. Precisa agora é jogar, que estas dores irão desaparecer com o tempo."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.