Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Um novo Safin vence em Madri

Bem mais concentrado no jogo, consciente de suas possibilidades, o mais conhecido dos farristas do circuito do tênis, o russo Marat Safin parece que, aos 24 anos, enfim, amadureceu. Com uma atuação impecável, digna de seu indiscutivel talento, conquistou o título do Masters Series de Madri, ao derrotar o argentino David Nalbandian por 6/2, 6/4 e 6/3. Com este resultado, está muito próximo de garantir uma das quatro vagas ainda abertas para o Masters Cup, o Mundial da modalidade, marcado para Houston, em novembro, mesmo porque na reta final do torneio espanhol passou por dois dos seus mais diretos concorrentes, o norte-americano Andre Agassi e Nalbandian."A final foi bem mais fácil do que esperava. O Nalbandian acabou errando muito", disse Safin, que no discurso de campeão fez questão de elogiar o comportamento das modelos pegadoras de bola. "Sei que este não é o principal trabalho de todas vocês, mas estiveram muito bem." Mulherengo, sempre rodeado de amigos, Marat Safin costumava comemorar com farras as suas conquistas nas quadras. O problema é que festejava os bons resultado a qualquer momento, tanto numa primeira rodada como numa final. Agora, diz estar diferente. "Estava num barco com amigos e entre uma dezena de latas de cerveja, perguntei a mim mesmo se era isso que queria. Resolvi que estava na hora de dedicar-me mais ao circuito." Contratou um técnico competente, como o sueco Peter Ludgren, teve a sorte também de livrar-se das lesões e agora em 2004 faz uma de suas melhores temporadas. Ganhou em Madri, o 13.º título da carreira, o 2.º este ano e 4.º Masters Series. Antes, só mesmo 2000 tinha sido tão marcante, quando ganhou o US Open e o Masters Series de Paris.Agora, Safin vai jogar esta semana em casa, na Rússia, no ATP Tour de São Petersburgo, torneio que teve no ano passado o brasileiro Gustavo Kuerten como campeão.

Agencia Estado,

24 de outubro de 2004 | 12h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.