Danny Moloshok / Reuters
Danny Moloshok / Reuters

US Open pode sair de Nova York e ser disputado em Indian Wells, em novembro

Grand slam pode ir para a Califórnia buscando escapar do epicentro do coronavírus no país norte-americano

Redação, Estadão Conteúdo

03 de maio de 2020 | 20h05

O US Open poderá ser disputado em novembro, em Indian Wells, na Califórnia. O quarto Grand Slam do ano, tradicionalmente disputado em Nova York, epicentro do coronavírus nos Estados Unidos, ainda está previsto para ser disputado entre os dias 31 de agosto e 13 de setembro.

"Nenhuma decisão formal foi tomada sobre Indian Wells. O que quer que façamos, teremos que fazer em alinhamento com os proprietários de Indian Wells, com a ATP e com a WTA", disse Michael Dowse, diretor executivo da Associação Americana de Tênis (USTA), à revista Inside Tennis.

Com a pandemia do coronavírus, o Centro Nacional de Tênis Billie Jean King, no Queens, em Nova York, onde o US Open é realizado todos os anos, virou um hospital de campanha, onde 470 leitos recebem infectados pela covid-19.

 

Normalmente disputado em março, o Masters 1000 de Indian Wells foi o primeiro torneio de tênis a ser cancelado por causa da pandemia. Posteriormente, outros torneios se seguiram, como Wimbledon. Outros, a exemplo de Roland Garros, foram adiados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.