Maxim Malinovsky/ AFP
Maxim Malinovsky/ AFP

Vandeweghe brilha, EUA conquistam 18ª Fed Cup e encerram jejum de 17 anos

Mesmo jogando na casa do adversário. equipe norte-americana fatura o título

Estadao Conteudo

12 Novembro 2017 | 16h54

Os Estados Unidos confirmaram sua supremacia neste domingo na Fed Cup, principal disputa feminina entre países no tênis. Mesmo jogando na casa do adversário, em Minsk, a equipe norte-americana superou a Bielo-Rússia por 3 a 2, faturou o seu 18.º título e encerrou um jejum de 17 anos sem conquistas.

+ Sem sustos, Federer bate Jack Sock e estreia com vitória no ATP Finals

+ Chung supera Rublev e conquista título de torneio para jovens destaques da ATP

As duas equipes terminaram empatadas o primeiro dia com uma vitória para cada lado. E, na abertura dos jogos deste domingo, CoCo Vandeweghe justificou o favoritismo e venceu Aryna Sabalenka por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/5) e 6/1. A número 10 do mundo, assim, que já ganhara seu duelo de sábado, abriu 2 a 1 para os Estados Unidos.

Era a vez de Sloane Stephens, número 13 do mundo e atual campeã do US Open, tentar confirmar o título. Mas, de virada, ela acabou derrotada pela bielo-russa Aliaksandra Sasnovich, apenas 87.ª do ranking, por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 4/6, 6/1 e 8/6.

A decisão, então, foi novamente para as duplas. E CoCo Vandeweghe novamente brilhou. Atuando ao lado de Shelby Rogers, ela e sua parceira derrotaram Aryna Sabalenka e Aliaksandra Sasnovich por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6 (7/3).

Para confirmar o importante triunfo, a dupla norte-americana contou com um bom desempenho no saque durante o duelo decisivo, terminando com dois aces e 71% de pontos ganhos com o primeiro serviço, contra apenas 62% das adversárias. Converteu, ainda, cinco de suas dez chances de quebra - e salvou cinco de oito.

Com três triunfos de CoCo Vandeweghe em três partidas, assim, a equipe norte-americana chegou ao 18.º título na Fed Cup e o primeiro desde 2000. A campanha perfeita que encerrou o jejum contou ainda com vitórias em fases anteriores sobre Alemanha e República Checa. Já a Bielo-Rússia disputou a sua primeira final após eliminar a Holanda e a Suíça.

Mais conteúdo sobre:
tênis Coco Vandeweghe

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.