Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Anthony Grupusso/USA Today Sports
Anthony Grupusso/USA Today Sports

Venus avança e terá Serena pelas quartas de final do US Open

Irmãs Williams se desafiaram pela última vez em Wimbledon

REUTERS

06 de setembro de 2015 | 17h04

O mundo do tênis contemplará mais uma vez o duelo das irmãs Williams no US Open. Neste domingo, a número 1 do mundo passou fácil pela compatriota Madison Keys em dois sets, mesma facilidade encontrada pela irmã, Venus, que superou a estoniana Anett Kontaveit, também em dois sets. As duas norte-americanas duelaram pela última vez nas oitavas de final de Wimbledon, e a atual líder do ranking levou a melhor por 6/4 e 6/3.

Após passar um sufoco na terceira rodada do US Open contra a também compatriota Bethanie Mattek-Sands, Serena Williams venceu neste domingo com tranquilidade o duelo de oitavas contra Madison Keys, 19ª do ranking da WTA. No controle da partida o tempo todo, a número 1 do mundo assegurou a classificação para as quartas de final com um duplo 6/3. Hexacampeã do Grand Slam norte-americano, dona das últimas três edições, Serena completou 25 vitórias consecutivas no torneio, 32 em Grand Slams.

Com muita regularidade, Serena forçou o jogo e Keys cometeu uma dupla falta no oitavo game, dando a quebra para a líder do ranking. Foi o suficiente para Serena manter a vantagem e levar o primeiro set. Keys chegou a salvar cinco break points nos dois primeiros games da segunda parcial, mas não evitou a quebra no sétimo game. Serena teve ajuda da rede para alcançar o match point ainda no saque da adversária. E uma nova dupla falta rendeu a derrota para Madison Keys.

Na busca pelo conquista dos quatro Grand Slams em um mesmo ano, feito ocorrido pela última vez com a alemã Steffi Graf, em 1988, Serena terá uma adversária bastante conhecida nas quartas. Ela vai enfrentar a irmã Venus Williams, 23ª cabeça de chave, na próxima terça-feira. A ex-número 1 do mundo garantiu a vaga ao atropelar a estoniana Anett Kontaveit, 152ª do mundo, por 2 sets a 0, parciais de 6/2 e 6/1, atingindo as quartas pela primeira vez desde 2010.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.