Venus Williams vence indiana na estreia em Charleston

A norte-americana Venus Williams, número 5 do ranking da WTA, estreou com vitória no Torneio de Charleston, nos Estados Unidos, Nesta quarta-feira, a tenista derrotou a indiana Sania Mirza por 2 sets a 1, parciais de 6/1, 3/6 e 6/2, em 2 horas e 27 minutos de partida, garantindo vaga nas oitavas-de-final da competição.

AE, Agencia Estado

15 de abril de 2009 | 16h09

Venus teve um primeiro set arrasador, conseguindo quebrar duas vezes o saque da rival. Na segunda parcial, a norte-americana se complicou, mas conseguiu se recuperar no set decisivo, terminando a partida com sete aces, contra nenhum da tenista indiana. Na próxima fase, ela irá enfrentar a alemã Sabine Lisicki, que venceu nesta quarta a eslovaca Lenka Wienerova por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/3.

Ainda pelo Torneio de Charleston, a russa Anastasia Rodionova superou a norte-americana Bethanie Mattek-Sands, também por 2 sets a 0, parciais de 6/2 e 6/4. Agora, Rodionova jogará contra a eslovaca Dominika Cibulkova nas oitavas-de-final da competição.

Outra norte-americana que se deu mal na rodada desta quarta-feira foi a tenista Vania King, derrotada pela húngara Melinda Czink por 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 6/2. Na próxima fase, Czink enfrenta a russa Nadia Petrova.

No confronto ucraniano da rodada, Viktoriya Kutusova venceu Alona Bondarenko por 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 7/5. Com a vitória, Kutusova espera agora a vencedora do confronto entre a russa Elena Vesnina e a suíça Patty Schnyder.

A tenista norte-americana Varvara Lepchenko saiu com a vitória no confronto contra sua compatriota Shenay Perry, ao superar a rival por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3. Nas oitavas-de-final, Lepchenko será a adversária da russa Elena Dementieva, cabeça-de-chave número 1 do torneio.

Já a norte-americana Melanie Oudin venceu a canadense Aleksandra Wozniaki por 2 seta a 0, com parciais de 7/5 e 6/0. Oudin enfrenta agora a francesa Marion Bartoli na próxima fase do Torneio de Charleston.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.