Lionel Cironneau/AE
Lionel Cironneau/AE

Verdasco bate Djokovic e decide Montecarlo com Nadal

Espanhol aproveita dia ruim do sérvio, vence com um duplo 6/2 e agora pega número 2 do Mundo

AE, Agência Estado

17 de abril de 2010 | 12h48

O espanhol Fernando Verdasco surpreendeu neste sábado ao conquistar a vaga na final do Masters 1000 de Montecarlo com uma vitória contundente sobre o sérvio Novak Djokovic, primeiro favorito do torneio. Em 1h32 de jogo, Verdasco eliminou o atual vice-campeão por 2 sets a 0, com um duplo 6/2. Agora, duelará na decisão contra o compatriota Rafael Nadal, pentacampeão no saibro de Mônaco.

Veja também:

link Nadal passa fácil por Ferrer e vai à final em Montecarlo

Número 12 do mundo e sexto cabeça de chave em Montecarlo, Verdasco se aproveitou da atuação ruim de Djokovic. O vice-líder do ranking mundial errou muito e encontrou um adversário seguro do outro lado, que não permitiu as tentativas de reação do sérvio. Além disso, o espanhol se apoiou no bom preparo físico para derrotar o favorito.

Garantido em sua primeira final de Masters da carreira, Verdasco teve como ponto forte no jogo deste sábado o bom aproveitamento no primeiro saque, que chegou a ser de 88% no segundo set. O grande mérito do espanhol também foi errar muito menos que Djokovic. O sérvio terminou com 42 erros não forçados, contra apenas 19 do vencedor.

Na grande decisão, a ser disputada neste domingo, Verdasco encontrará um Nadal determinado a interromper um longo jejum de títulos, que já dura desde maio do ano passado. Mais que isso, o tenista de Mallorca permanece invicto em Montecarlo há 31 jogos e nunca perdeu para o compatriota, com nove vitórias no confronto direto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.