Verdasco e Roddick triunfam e fazem final em San Jose

O espanhol Fernando Verdasco se classificou, na noite de sábado, para a sua primeira final desde outubro, com um triunfo sofrido sobre o usbeque Denis Istomin no Torneio de San Jose. Na decisão, ele vai enfrentar o norte-americano Andy Roddick, que superou o compatriota Sam Querrey.

AE, Agencia Estado

14 de fevereiro de 2010 | 08h50

Cabeça de chave número 2, Verdasco venceu Istomin por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 2/6 e 6/4. Neste domingo, ele terá o desafio de superar um jejum espanhol, que não conquista o título do torneio desde 1964, com Manuel Santana.

Apesar da derrota, Istomin fez boa campanha em San Jose, com duas vitórias sobre cabeças de chave. Além disso, alcançou a sua primeira semifinal em torneios de nível ATP. Neste ano, ele parou na terceira rodada do Aberto da Austrália.

A final de San Jose será a décima da carreira de Verdasco e sua segunda nos Estados Unidos, onde foi campeão do Torneio de New Haven, em agosto. E o espanhol se tornou o primeiro canhoto a alcançar a final de San Jose desde Greg Rusedski, derrotado por André Agassi na decisão de 2001.

Roddick, principal favorito em San Jose, venceu Querrey, cabeça de chave número 7, por 2 sets a 1, com parciais de 2/6, 7/6 (7/5) e 7/6 (7/4), em uma longa partida, que teve 53 aces. Assim, se classificou para a sua quarta final em San Jose.

"Sam [Querrey] jogou melhor do que eu em praticamente toda a partida", reconheceu Roddick, que chega em vantagem no confronto direto com Verdasco. O norte-americano triunfou nos sete últimos jogos e tem uma vantagem de 9 a 2 no retrospecto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.