Vitória ajuda Hewitt na corrida

Na corrida pela liderança do ranking mundial, o australiano Lleyton Hewitt saiu na frente. Afinal, com sua vitória na estréia do Masters Cup, no SuperDome de Sydney, diante do francês Sebastien Grosjean por 2 sets a 1, parciais de 3/6, 6/2 e 6/ 3 já diminuiu a diferença com o líder, Gustavo Kuerten, de 48 para 28 pontos. Cada vitória no round robin - primeira fase da competição, com todos contra todos dentro da chave - vale 20 pontos. Hewitt ainda vai enfrentar nas próximas rodadas o norte-amer icano Andre Agassi e o compatriota Patrick Rafter. Agassi também mantém esperanças de terminar o ano como número 1 e começou bem sua campanha ao passar com inesperada facilidade por Rafter por 6/2 e 6/4 em 1h14 de jogo."Acho que foi um bom começo, apesar de no início da partida estar um pouco nervoso", contou Hewitt. "Mas depois de ter perdido o primeiro set, passei a jogar com mais agressividade e isso foi decisivo para ganhar o jogo." Hewitt é a maior ameaça ao tenista brasileiro na briga pela posição de número 1 do ranking mundial. Com esta sua vitória na estréia em Sydney, o jogador australiano continua dependendo apenas de sua atuação. Se fizer campanha melhor do que Guga, terminará o ano como número 1 do mundo. Soma atualmente 743 pontos, diante de 771 do brasileiro que depende ainda de resultado diante de Goran Ivanisevic.Entusiasmado com a chance de roubar do brasileiro a liderança do ranking e eufórico por jogar em casa, Hewitt transformou-se no garoto propaganda do Masters Cup de Sydney. Há dias vem repetindo que este é um dos maiores eventos que já participou e, nesta sua estréia, não poupou elogios à organiação e aos torcedores."A participação da torcida foi fundamental nesta minha vitória, com um bom público para segunda-feira à noite em um estádio enorme", disse Hewitt referindo ao público de aproximadamente oito mil pessoas, para uma lotação total de 17,2 mil lugares.Pai Novo - Aplaudido de pé pela torcida ao final da partida, após referência ao nascimento de seu filho, Jaden Gil, Andre Agassi mostrou-se emocionado com a nova situação, de pai novo. Pouco falou na quadra e passou vários minutos sentado, em reflexão, antes de deixar seu lugar. Na entrevista coletiva, revelou-se comovido com o novo momento de sua vida e também satisfeito com sua atuação. "Vencer um jogador como Rafter, da maneira como venci, me deixa muito contente, pois mostra que estou jogando bem."Com os dois jogos da chave John Newcombe, Hewitt e Agassi lideram com uma vitória cada um. O australiano passa a somar 743 pontos na corrida dos campeões, enquanto o norte-americano vai para 704. Rafter e Grosjean precisam agora vencer seus dois próximo s jogos para manter esperanças de classificação para as semifinais.No grupo Ken Rosewall, os dois jogos serão nesta terça-feira, com Juan Carlos Ferrero enfrentando Yevgeny Kafelnikov, às 5h30 de Brasília e Guga jogando com Goran Ivanisevic, às 7h30 de Brasília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.