Glyn Kirk/AFP
Glyn Kirk/AFP

Wawrinka afasta má fase com vitória sobre Dimitrov na estreia em Wimbledon

Suíço se recupera com triunfo por 3 sets a 1 em cima de búlgaro

Estadão Conteúdo

02 Julho 2018 | 18h34

Colecionando fracassos desde o início desta temporada, Stan Wawrinka conquistou um resultado expressivo nesta segunda-feira ao abrir a sua campanha em Wimbledon com uma vitória sobre o búlgaro Grigor Dimitrov, sexto cabeça de chave do Grand Slam e atual sexto colocado do ranking mundial. O tenista suíço ganhou por 3 sets a 1, de virada, com parciais de 1/6, 7/6 (7/3), 7/6 (7/5) e 6/4, em Londres.

+ Exibindo um novo patrocinador, Federer arrasa sérvio na estreia de Wimbledon

+ Em seu retorno a Wimbledon, Serena Williams sofre, mas vence holandesa

O ex-Top 10 que ocupa hoje apenas a 224ª posição da ATP surpreendeu com uma reação após ser arrasado na primeira parcial do confronto, encerrado em 2h50min, e assim se credenciou para enfrentar na segunda rodada da tradicional competição realizada em quadras de grama o italiano Thomas Fabbiano, que em outro duelo do dia superou o indiano Yuki Bhambri por 3 sets a 1, também de virada, com 2/6, 6/3, 6/3 e 6/2.

Wawrinka acabou triunfando principalmente por causa do fato de ter conseguido vencer, no tie-break, dois dos três sets que ganhou. Para completar, Dimitrov só foi eficiente na primeira parcial, pois aproveitou apenas quatro de 14 chances de quebrar o saque do suíço em toda a partida, enquanto o seu rival converteu três de nove break points.

Sem nenhum título conquistado nesta temporada, Wawrinha venceu nesta segunda-feira apenas a sua sexta partida em 15 confrontos realizados no ano. Antes de jogar em Wimbledon, foi arrasado pelo britânico Andy Murray por 6/1 e 6/3 na estreia do Torneio de Eastbourne, também na Inglaterra. Poucos dias depois, o escocês anunciou a sua desistência do Grand Slam inglês por causa de dores no quadril.

OUTROS FAVORITOS VENCEM

Se por um lado Dimitrov decepcionou na estreia, por outro vários outros tenistas de destaque confirmaram favoritismo na primeira rodada em duelos realizados nesta segunda-feira. Um deles foi o sul-africano Kevin Anderson, oitavo cabeça de chave, que eliminou o eslovaco Norbert Gombos com parciais de 6/3, 6/4 e 6/4.

O norte-americano John Isner, nono pré-classificado, sofreu um pouco mais do que Anderson, mas despachou o alemão Yannick Maden por 3 sets a 0, com 6/2, 7/6 (7/4) e 7/5. O canadense Milos Raonic, por sua vez, justificou com autoridade a condição de 13º cabeça de chave ao bater o britânico Liam Broady por 7/5, 6/0 e 6/1.

O próximo rival de Anderson será o italiano Andreas Seppi, que passou pelo australiano John-Patrick Smith por 6/2, 6/4 e 6/1, enquanto Isner terá pela frente o belga Ruben Bemelmans. Este último avançou ao levar a melhor em uma batalha de cinco sets com o norte-americano Steve Johnson que terminou com parciais de 7/5, 6/3, 4/6, 6/7 (0/7) e 8/6. Já o adversário seguinte de Raonic será o australiano John Millman, que passou pelo italiano Stefano Travaglia, de virada, com 6/7 (6/8), 6/3, 7/5 e 6/2.

ALGOZ DE FEDERER CAI NA ESTREIA

O croata Borna Coric, que havia surpreendido Roger Federer na final do Torneio de Halle nesta temporada de grama, acabou decepcionando ao ser eliminado na estreia. Na condição de 16º cabeça de chave, o tenista de 21 anos foi superado pelo russo Daniil Medvedev por 3 sets a 0, com 7/6 (8/6), 6/2 e 6/2.

Outro que perdeu na primeira rodada de Wimbledon na condição de cabeça de chave foi o francês Richard Gasquet, 23º pré-classificado, batido pelo seu compatriota Gael Monfils por 7/6 (8/6), 7/5 e 6/4. Também cabeças de chave, o sérvio Filip Krajinovic e o argentino Leonardo Mayer foram outros derrotados na estreia nesta segunda.

Já o argentino Guido Pella se credenciou para ser o segundo adversário do croata Marin Cilic, terceiro cabeça de chave e atual vice-campeão de Wimbledon, ao derrotar o australiano Jason Kübler por 3 sets a 1, com 6/4, 7/5, 4/6 e 7/6 (7/3).

O alemão Jan-Lennard Struff, o francês Adrian Mannarino, o norte-americano Ryan Harrison, o espanhol Guillermo Garcia-López, o italiano Paolo Lorenzi, o luxemburguês

Gilles Muller, o chileno Nicolas Jarry, o grego Stefanos Tsitsipas e os norte-americanos Mackenzie Mcdonald e Jared Donaldson foram outros tenistas que estrearam com vitórias em partidas realizadas nesta segunda-feira na capital inglesa.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.