Suzanne Plunkett/Reuters
Suzanne Plunkett/Reuters

Wawrinka derrota Murray e vai encarar Federer na semifinal

Tenista garante confronto suíço por vaga à final com 7/6 (4) e 6/4

Estadão Conteúdo

20 de novembro de 2015 | 20h33

O suíço Stan Wawrinka se classificou para as semifinais do ATP Finals de Londres nesta sexta-feira. Cabeça de chave número 4, ele aproveitou dia irreconhecível de Andy Murray para vencer por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/4) e 6/4, na última rodada do Grupo Ilie Nastase. Com o resultado, o britânico está eliminado.

Os dois tenistas entraram em quadra com uma vitória cada, o que significava que o vencedor se classificaria como segundo colocado da chave, atrás de Rafael Nadal, que venceu todos os jogos. Murray levava um ligeiro favoritismo, por ser o segundo cabeça de chave, mas não conseguiu confirmá-lo.

Melhor para Wawrinka, que segue na briga por seu primeiro título de ATP Finals. Para chegar à decisão, no entanto, ele terá pela frente uma tarefa dificílima. Seu adversário na semifinal deste sábado será seu compatriota Roger Federer, contra quem já disputou 20 partidas e ganhou somente três.

Contra Murray, o suíço somou sua sétima vitória em 15 duelos nesta sexta. Para isso, venceu um duelo equilibrado no início. O britânico até começou regular, mas permitiu uma quebra no oitavo game. O suíço, então, teve a chance de fechar em seu saque, mas também foi quebrado e só ganharia o set no tie-break.

Na segunda parcial, Murray pareceu sentir a pressão e passou a errar muito, o que foi lhe deixando cada vez mais irritado. Era o que Wawrinka precisava para abrir vantagem. Com duas quebras de serviço, o suíço abriu 5 a 2 e tinha o saque nas mãos para fechar o confronto.

Mas aí Wawrinka voltou a mostrar dificuldade para fechar, permitiu que Murray encostasse e, com jogo em 5 a 4, chegou a dar dois break points ao rival. Só que o britânico não estava mesmo em um bom dia, errou novamente bolas fáceis e viu o adversário vencer o confronto.

Wawrinka e Federer farão a segunda semifinal deste sábado, e o confronto está marcado para as 18 horas (de Brasília). Antes, Rafael Nadal e Novak Djokovic decidem a primeira vaga na decisão, ao meio-dia. A grande final acontecerá no domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.