Wawrinka sofre, mas vence alemão na estreia em Metz; brasileiros caem nas duplas

Estadão Conteúdo

24 de setembro de 2015 | 17h01

Principal candidato ao título em Metz, o suíço Stan Wawrinka sofreu em sua estreia no piso duro do torneio francês, de nível ATP 250, nesta quinta-feira. O atual número quatro do mundo precisou de três sets para superar o alemão Dustin Brown, mais conhecido por ter eliminado Rafael Nadal em Wimbledon, por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/3 e 7/6 (7/4).

O campeão de Roland Garros teve dificuldade para lidar com as variações de jogo de Brown, sólido no fundo de quadra e também acostumado a subir à rede. Wawrinka também hesitou diante das principais oportunidades na partida. Em 11 break points, conseguiu converter apenas um, no segundo set.

Felizmente para ele, foi o suficiente para vencer a partida, decidida somente no tie-break da terceira parcial. Mais consistente em quase todos os fundamentos, Wawrinka fechou em jogo após quase duas horas, decretando a queda de Brown, famoso por eliminar Nadal na segunda rodada na grama inglesa, quando era apenas o 102º do ranking - agora é o 87º.

Nas quartas de final, o tenista da Suíça vai enfrentar outro adversário complicado, também alemão. Será Philipp Kohlschreiber, quinto cabeça de chave, que avançou ao vencer o italiano Paolo Lorenzi por duplo 6/3. Será apenas o terceiro confronto entre Wawrinka e o alemão no circuito profissional. O suíço venceu os dois jogos anteriores, ambos em 2008.

Ainda nesta quinta, Nicolas Mahut levou a melhor sobre Adrian Mannarino em duelo de tenistas locais. O mais experiente venceu por 6/4, 6/7 (5/7) e 6/3 e se credenciou para outro confronto nacional, desta vez contra Jo-Wilfried Tsonga.

Em outra partida da rodada, o espanhol Guillermo Garcia-Lopez despachou o local Pierre-Hugues Herbert por 4/6, 6/2 e 6/4, e garantiu confronto com o eslovaco Martin Klizan, algoz do canadense Vasek Pospisil, por 6/4 e 7/6 (9/7).

DUPLAS

Os dois brasileiros na disputa em Metz foram eliminados nesta quinta-feira, na chave de duplas. André Sá e o australiano Chris Guccione perderam para os locais Pierre-Hugues Herbert e Mahut por 4/6, 6/4 e 10/3. E Marcelo Demoliner, ao lado do neozelandês Marcus Daniell, caiu diante do sul-africano Raven Klaasen e do norte-americano Rajeev Ram por 6/4 e 6/2. Os dois duelos foram válidos pelas quartas de final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.