Fred Beckham/AP
Fred Beckham/AP

Wozniacki assume oitavo lugar com título em New Haven

Dinamarquesa foi a surpresa do ranking, que segue com Dinara Safina e Serena Williams brigando pela liderança

AE, Agencia Estado

31 de agosto de 2009 | 09h11

Caroline Wozniacki subiu uma posição no ranking da WTA com a conquista do título do Torneio de New Haven, que serviu de preparação para o US Open. A tenista dinamarquesa alcançou o oitavo lugar, com 4.730 pontos, ao superar a russa Elena Vesnina na final.

Com a conquista, Wozniacki superou a bielo-russa Victoria Azarenka e repetiu o melhor ranking de sua carreira, que já havia alcançado no dia 3 de agosto. Derrotada na final, Elena Vesnina também tem o que comemorar. A tenista russa subiu nove posições no ranking da WTA e agora está em 23.º lugar.

A ascensão de Wozniacki foi a única alteração ocorrida nas dez primeiras colocações da lista nesta semana. Assim, a russa Dinara Safina, segue na liderança, seguida pelas irmãs norte-americanas Serena Williams e Venus Williams. A também russa Elena Dementieva está em quarto lugar, à frente da sérvia Jelena Jankovic e das compatriotas Svetlana Kuznetsova e Vera Zvonareva. A italiana Flávia Pennetta está na décima posição, atrás de Wozniacki e Azarenka.

Confira o ranking da WTA, 31/8:

1) Dinara Safina (RUS), 9.810 pontos

2) Serena Williams (EUA), 8.907

3) Venus Williams (EUA), 6.865

4) Elena Dementieva (RUS), 6.835

5) Jelena Jankovic (SER), 6.620

6) Svetlana Kuznetsova (RUS), 5.960

7) Vera Zvonareva (RUS), 5.300

8) Caroline Wozniacki (DIN), 4.730

9) Victoria Azarenka (BLR), 4.612

10) Flavia Pennetta (ITA), 3.490

11) Ana Ivanovic (SER), 3.270

12) Agnieszka Radwanska (POL), 3.180

13) Nadia Petrova (RUS), 3.120

14) Marion Bartoli (FRA), 3.005

15) Samantha Stosur (AUS), 2.764

16) Dominika Cibulkova (ESL), 2.585

17) Amelie Mauresmo (FRA), 2.461

18) Virginie Razzano (FRA), 2.419

19) Na Li (CHN), 2.132

20) Patty Schnyder (SUI), 2.117

276) Maria Fernanda Alves (BRA), 174

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.