Kimimiasa Mayama/EFE
Kimimiasa Mayama/EFE

Wozniacki atropela favorita Muguruza e fará final em Tóquio com russa

Dinamarquesa vence número 1 do mundo com 'pneu' e pega Anastasiya Pavlyukchenkova, 23.ª do ranking da WTA

Estadão Conteúdo

23 de setembro de 2017 | 09h15

A dinamarquesa Caroline Wozniacki surpreendeu a espanhola Garbiñe Muguruza e garantiu neste sábado uma vaga na decisão do Torneio de Tóquio. Cabeça de chave número 3 da competição, ela eliminou a grande favorita sem nenhuma dificuldade por 2 sets a 0, com direito a "pneu" e parciais de 6/2 e 6/0.

Wozniacki precisou de apenas uma hora para atropelar a atual número 1 do mundo. O curioso é que este foi apenas o primeiro duelo entre elas desde que Muruguza assumiu a ponta do ranking da WTA e a espanhola levava vantagem até então no confronto direto. Agora, são três vitórias para cada lado em seis jogos disputados entre elas.

Para vencer, Wozniacki contou com dia irreconhecível de Muguruza. A dinamarquesa confirmou seis das sete oportunidades de quebra que teve e venceu os últimos 10 games da partida. A espanhola mostrou-se cansada e desestabilizada e após a derrota, tentou explicar sua atuação.

"Eu não me senti tão bem. Em longos ralis, eu estava sofrendo um pouco. Eu senti que minha energia estava um pouco baixa, mas eu acho que ela apenas fez uma boa partida. Eu não consegui acertar os golpes importantes em momentos importantes, então a partida foi para o lado dela muito rápido", considerou.

Atual campeã em Tóquio e vencedora do torneio também em 2010, Wozniacki vai em busca apenas de seu primeiro título na temporada. Já Muguruza perdeu a chance de chegar à terceira conquista da temporada, mas não será incomodada na ponta do ranking.

Para levar o troféu neste domingo, Wozniacki terá que passar pela russa Anastasia Pavlyuchenkova. A 23.ª colocada do ranking avançou à decisão após eliminar a alemã Angelique Kerber, número 14 do mundo, com bem mais dificuldade. Em pouco mais de duas horas, ela venceu por 2 sets a 1, com parciais de 6/0, 6/7 (4/7) e 6/4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.