Wozniacki fica perto da semi; Sharapova perde outra no Masters

Dinamarquesa derrota Radwanska com parciais de 7/5 e 6/4. Número 2 do mundo, Sharapova cai para Kvitova também por 2 a 0

Estadão Conteúdo

23 de outubro de 2014 | 09h17

A dinamarquesa Caroline Wozniacki venceu a polonesa Agnieszka Radwanska por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/3, nesta quinta-feira, em Cingapura, e ficou muito próxima de assegurar classificação às semifinais do Masters da WTA, torneio que reúne as oito melhores tenistas da temporada.

Foi a segunda vitória seguida de Wozniacki na competição, na qual na última terça-feira ela havia superado a russa Maria Sharapova em uma longa batalha de três sets e mais de três horas de jogo. Sharapova, por sua vez, voltou a perder nesta quinta. Ela foi derrotada pela checa Petra Kvitova, que ganhou por 2 sets a 0, com 6/3 e 6/2.

Com o novo triunfo, a tenista da Dinamarca assumiu a liderança isolada do Grupo Branco do Masters, enquanto Radwanska e Kvitova dividem a segunda posição, com uma vitória e uma derrota até aqui. Já Sharapova, atual vice-líder do ranking mundial, se vê muito próxima de uma eliminação precoce em Cingapura.

" SRC="/CMS/ICONS/MM.PNG" STYLE="FLOAT: LEFT; MARGIN: 10PX 10PX 10PX 0PX;" CLASS="IMGEMBED

A russa, que precisa do título do Masters para fechar a temporada à frente da norte-americana Serena Williams no ranking, agora terá de vencer Radwanska nesta sexta, na rodada final desta chave, e ainda torcer para Wozniacki superar Kvitova. Além disso, terá de levar vantagem sobre suas concorrentes nos critérios de desempate, pois mesmo que ganhe terá somado apenas uma vitória em três partidas.

No primeiro jogo do dia em Cingapura, Wozniacki sofreu um pouco, mas conquistou a sua sétima vitória em 11 jogos com Radwanska ao exibir mais uma atuação consistente. Embora tenha tido o seu saque quebrado por três vezes no jogo, converteu seis de dez break points para encaminhar o seu triunfo em sets diretos.

Já Kvitova teve bem mais facilidade para despachar Sharapova, que novamente esteve longe de jogar o seu melhor tênis. A russa só conseguiu aproveitar duas de sete oportunidades de quebrar o saque, enquanto a checa foi feliz em cinco de oito chances de ganhar games no serviço de sua adversária para liquidar a partida em apenas uma hora e 15 minutos.

Ainda nesta quinta-feira em Cingapura, Serena Williams voltará à quadra para enfrentar a canadense Eugenie Bouchard, na abertura da terceira e última rodada do Grupo Vermelho do Masters da WTA. Arrasada de forma surpreendente pela romena Simona Halep na última quarta, ela precisa ganhar para aumentar suas chances de ir às semifinais, depois de ter acumulado uma vitória e uma derrota até aqui no torneio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.