Greg Baker / AFP
Greg Baker / AFP

Wozniacki vence e Kerber é eliminada na segunda rodada do Torneio de Pequim

Sloane Stephens, campeã do US Open, também está fora do torneio após ser derrotada por compatriota

Estadão Conteúdo

02 Outubro 2017 | 12h42

Caroline Wozniacki não teve problemas para confirmar favoritismo e garantir vaga nas oitavas de final do Torneio de Pequim nesta segunda-feira. Cabeça de chave número 5 da competição chinesa de nível Premier do circuito profissional da WTA, a tenista dinamarquesa arrasou a russa Anastasia Pavlyuchenkova por duplo 6/2.

Com o triunfo, a ex-líder do ranking mundial e atual sexta colocada se credenciou para enfrentar na próxima fase a vencedora da partida entre a norte-americana Varvara Lepchenko e a checa Petra Kvitova. Nesta segunda-feira, a primeira destas tenistas assegurou lugar na segunda rodada ao estrear com triunfo de virada sobre a ucraniana Lesia Tsurenko, batida com parciais de 5/7, 6/4 e 6/2.

Já a alemã Angelique Kerber não conseguiu justificar a condição de décima cabeça de chave na segunda rodada do torneio chinês nesta segunda-feira. Ex-número 1 do mundo e hoje 12ª colocada foi surpreendida pela francesa Alize Cornet, que ganhou por duplo 6/4 para garantir um lugar nas oitavas de final.

Derrotada nas três partidas anteriores que travou com Kerber, a atual 37ª tenista da WTA desta vez levou a melhor e terá como próxima rival a vencedora da partida entre a belga Elise Mertens e a francesa Caroline Garcia. Mertens, por sua vez, também surpreendeu nesta segunda-feira ao eliminar a eslovaca Dominika Cibulkova, oitava pré-classificada, com parciais de 7/6 (7/4) e 6/1.

Outra cabeça de chave de destaque que foi eliminada na condição de cabeça de chave nesta segunda-feira foi a norte-americana Sloane Stephens. Surpreendente campeã do último US Open e 15ª na lista de favoritas em Pequim, ela acabou sendo arrasada pela sua compatriota Chritina McHale com parciais de 6/3 e 6/0. E esse jogo de Stephens foi válido ainda pela primeira rodada da competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.