Ali Haidre/EFE
Ali Haidre/EFE

Youzhny desiste e Novak Djokovic avança em Dubai sem jogar

Russo sequer entra em quadra para encarar o vice-líder do ranking mundial

Agência Estado

27 de fevereiro de 2014 | 10h20

DUBAI - Novak Djokovic nem precisou suar a camisa nesta quinta-feira para garantir vaga na semifinal do Torneio de Dubai. Quatro vezes campeão do ATP 500 realizado nos Emirados Árabes, o tenista sérvio contou com a desistência do russo Mikhail Youzhny, que sequer entrou em quadra para encarar o vice-líder do ranking mundial.

O jogador da Rússia alegou estar indisposto e consequentemente sem condições de saúde ideais para jogar, fato que fará Djokovic chegar descansado às semifinais nesta sexta-feira. O seu próximo rival será o vencedor do confronto entre o suíço Roger Federer e o checo Lukas Rosol, programado para acontecer nesta quinta.

Campeão em Dubai em 2009, 2010, 2011 e 2013, Djokovic obteve duas vitórias arrasadoras nas duas primeiras rodadas desta edição do torneio árabe. Primeiro passou pelo usbeque Denis Istomin por duplo 6/3, antes de derrotar o espanhol Roberto Bautista Agut com parciais de 6/1 e 6/3.

No único jogo já disputado nesta quinta-feira na chave de simples em Dubai, o alemão Philipp Kohlschreiber venceu o tunisiano Malek Jaziri por 2 sets a 0, com 6/2 e 6/3, e também se garantiu nas semifinais. O seu próximo adversário sairá do duelo entre o checo Tomas Berdych e o francês Jo-Wilfried Tsonga.

ACAPULCO

Se Djokovic avançou em Dubai sem precisar entrar em quadra nesta quinta-feira, David Ferrer e Andy Murray confirmaram favoritismo em jogos válidos pela segunda rodada do Torneio de Acapulco. Cabeça de chave número 1 do ATP 500 mexicano, o tenista espanhol superou o seu compatriota Feliciano López por 2 sets a 0, com 7/6 (7/1) e 6/2. Já o britânico, segundo pré-classificado, bateu o português João Sousa com parciais de 6/3 e 6/4.

Assim, Ferrer foi às quartas de final e terá como próximo adversário o sul-africano Kevin Anderson, que na segunda rodada bateu o norte-americano Sam Querrey por 7/6 (7/2) e 6/4. Murray, por sua vez, lutará por uma vaga na semifinal em confronto diante do francês Gilles Simon, que eliminou outro tenista dos Estados Unidos, Donald Young, com parciais de 6/4 e 6/3.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.