Alberto Saiz / AP Photo
Alberto Saiz / AP Photo

Zverev bate Ferrer, mas Nadal arrasa alemão e empata duelo para Espanha na Davis

Partida de duplas desempata embate nesta sexta-feira; França sai na frente em confronto com a Itália

Estadão Conteúdo

06 de abril de 2018 | 12h26

No jogo em que retornou às quadras após mais de dois meses afastado por motivo de lesão, Rafael Nadal não decepcionou o público que lotou a Praça de Touros de Valência, onde uma quadra de saibro foi montada para abrigar o confronto entre Espanha e Alemanha, desta sexta-feira até o domingo, pelas quartas de final do Grupo Mundial da Copa Davis.

+ Muguruza vence americana e vai às quartas de final em Monterrey

+ Monteiro e Clezar projetam jogos difíceis contra colombianos na Davis

O líder do ranking mundial arrasou Philipp Kohlschreiber por 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 6/2 e 6/3, e empatou 1 a 1 a série melhor de cinco partidas do duelo entre as nações. Horas mais cedo, Alexander Zverev, atual número 4 da ATP, também justificou favoritismo com autoridade ao bater David Ferrer por 6/4, 6/2 e 6/2 e abrir vantagem para os alemães.

Conhecido pelos seus fãs também como Toro Miura, em apelido que ganhou principalmente pela sua grande força física, Nadal se mostrou à vontade para confirmar o seu favoritismo no local normalmente utilizado para touradas em Valência. Ele não jogava desde quando precisou abandonar um embate válido pelas quartas de final do Aberto da Austrália, em janeiro. Depois daquela partida, ele se afastou das competições para poder se recuperar de uma lesão na perna direita.

Embora tenha sofrido duas quebras de saque ao longo do confronto com Kohlschreiber, hoje o 34º tenista do mundo, o espanhol aproveitou sete de 18 chances de ganhar games no serviço do alemão, derrotado após 2h33min. Exibindo o domínio que costuma impor sobre a maioria dos rivais quando joga em piso de saibro, o favorito contabilizou 30 bolas vencedoras, contra apenas oito do adversário, e cometeu 47 erros não-forçados, mas ao mesmo tempo viu o seu oponente cometer 61.

Já na partida entre Zverev e Ferrer, veterano ex-Top 10 de 36 anos que hoje é o 33º colocado da ATP, o tenista da casa chegou a quebrar o saque do alemão por cinco vezes, mas o jovem e talentoso adversário de 20 anos converteu 10 de 15 break points para encaminhar o seu triunfo em sets diretos.

Com uma vitória para cada lado nesta sexta-feira, a partida de duplas marcada para este sábado servirá para desempatar o confronto entre os países. Feliciano López e Marc López estão pré-escalados para defender a equipe da casa contra Jan-Lennard Struff e Tim Puetz. Já a ordem de partidas de domingo prevê Nadal encarando Zverev no primeiro duelo do dia, que valerá uma vaga na semifinal da Davis para espanhóis ou alemães, dependendo de quem sair vencedor do jogo deste sábado.

ITÁLIA X FRANÇA

Quem levar a melhor nesta série em Valência, por sinal, vai encarar o ganhador do confronto entre italianos e franceses, que começou a ser disputado nesta sexta, também em piso de saibro, em Gênova. E os visitantes saíram na frente dos anfitriões com Lucas Pouille derrotando Andreas Seppi por 3 sets a 2, com parciais de 6/3, 6/2, 4/6, 3/6 e 6/1. O segundo duelo deste embate, entre Fabio Fognini e Jeremy Chardy, terá o seu vencedor conhecido também nesta sexta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.