Sebastien Nogier/EFE
Sebastien Nogier/EFE

Zverev, Dimitrov e Thiem sofrem e vencem de virada em Montecarlo

Quem decepcionou foi o francês Lucas Pouille, 11 do mundo, que caiu diante de Mischa Zverev, o 55º colocado no ranking, por 2 sets a 1

Estadão Conteúdo

17 de abril de 2018 | 16h50

Os principais favoritos que entraram em quadra nesta terça-feira no Masters 1000 de Montecarlo não tiveram vida fácil. Ainda que tenham triunfado, o alemão Alexander Zverev, o búlgaro Grigor Dimitrov e o austríaco Dominic Thiem, terceiro, quarto e quinto cabeças de chave, respectivamente, do evento monegasco precisaram de três sets para se classificarem às oitavas de final.

+ Thomaz Bellucci minimiza queda no ranking: 'Não é o foco no momento'

Número 4 do mundo, Zverev superou, de virada, o luxemburguês Gilles Muller, o 28º colocado no ranking da ATP, por 4/6, 6/3 e 6/2, se vingando da derrota no único duelo que havia feito com o oponente. Também de virada, Dimitrov, o número 5 do mundo, superou Pierre-Hugues Herbert, que veio do qualifying e está na 82ª posição no ranking, por 3/6, 6/2 e 6/4.

Thiem, o número 7 do mundo, derrotou Andrey Rublev em mais uma virada nesta terça-feira em Montecarlo, por 5/7, 7/5 e 7/5. Foi a segunda vitória do austríaco em dois confrontos com o 33º colocado no ranking. Sem tantos sustos, o belga David Goffin, o número dez do mundo, fez 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/4) e 7/5, no grego Stefanos Tsitsipas (75º), se vingando do revés no Torneio da Antuérpia de 2017.

Quem decepcionou nesta terça-feira foi o francês Lucas Pouille. O número 11 do mundo caiu na segunda rodada ao perder para o alemão Mischa Zverev, o 55º colocado no ranking por 2 sets a 1, com parciais de 2/6, 6/1 e 7/6 (7/3)

PRIMEIRA RODADA

Ainda pela primeira rodada do Masters 1000 de Montecarlo, o espanhol Feliciano López passou pelo francês Benoit Paire por 5/7, 7/6 e 6/4, e será o rival do compatriota Roberto Bautista Agut na segunda rodada. O alemão Jan-Lennard Struff fez 6/3 e 6/2 no japonês Yuichi Sugita e agora vai pegar o italiano Fabio Fognini, que derrotou o bielo-russo Ilya Ivashka por 6/4 e 7/5.

Em três sets, o espanhol Fernando Verdasco bateu o uruguaio Pablo Cuevas por 5/7, 7/6 (7/4) e 6/1 e será o rival de estreia do croata Marin Cilic em Montecarlo. O italiano Marcos Cecchinato fez 6/3 e 6/2 no bósnio Damir Dzumhur e agora medirá forças com o canadense Milos Raonic.

Após levar um "pneu", o argentino Diego Schwartzman superou o compatriota Guido Pella por 0/6, 6/2 e 6/3 e medirá forças com o francês Richard Gasquet. Além disso, o francês Gilles Simon passou pelo compatriota Adrian Mannarino por 6/3, 4/6 e 6/2. O alemão Philipp Kohlschreiber e o italiano Andreas Seppi também venceram na estreia em Montecarlo.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisAlexander ZverevGrigor Dimitrov

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.