Reuters/ Olivier Matthys
Reuters/ Olivier Matthys

Após acidente, Magnussen fará testes na quinta para saber se correrá na Itália

Piloto dinamarquês bateu no muro de proteção no GP da Bélgica no último domingo

Estadão Conteúdo

30 Agosto 2016 | 15h37

O piloto dinamarquês Kevin Magnussen só depende de uma última avaliação, a ser realizada na quinta-feira, pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA), para ser liberado para disputar o GP da Itália, no próximo fim de semana.

Nesta terça-feira, a Renault divulgou comunicado em que reafirma que o piloto não sofreu "fratura ou lesão grave" no acidente sofrido no domingo, durante o GP da Bélgica, no circuito de Spa-Francorchamps.

Magnussen sofreu uma forte pancada no muro de proteção após rodar na famosa curva Eau Rouge. Ele saiu do carro caminhando e sem sinais de lesões no acidente. Mesmo assim, foi encaminhado para um hospital por precaução, onde maiores problemas não foram detectados, a não ser o corte no tornozelo esquerdo. Assim, acabou sendo liberado pelos médicos.

Agora, só precisa ser aprovado em um teste da FIA. "A FIA confirmará se Kevin está em condições de competir em uma avaliação a ser realizada nesta quinta-feira, em Monza", informou a Renault.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.