Após polêmica, Stock começa temporada com Fraga e Sperafico na frente

Quatro dias após a revelação de troca de mensagens entre comissários de prova sugerindo que eles teriam agido para manipular resultados de corridas, a temporada 2016 da Stock Car começou oficialmente nesta sexta-feira, com os primeiros treinos livres da etapa que abre o ano, em Curitiba. A última prova antes do fechamento do autódromo internacional paranaense, localizado no município de Pinhais, será entre duplas.

Estadão Conteúdo

04 de março de 2016 | 18h12

Cada piloto que participará do campeonato vai dividir o cockpit do seu carro com um convidado. Assim, são 64 pilotos participando da primeira etapa da Stock, com nomes conhecidos como Nelsinho Piquet, Luiz Razia e Lucas Di Grassi, convidados internacionais como o argentino Damián Fineschi e o belga Laurens Vanthoor e até donos de equipes, casos de Duda Pamplona e Beto Cavaleiro.

Felipe Fraga, titular do carro 88 da Voxx Racing Team, convidou o veterano Rodrigo Sperafico e teve sucesso nos treinos livres desta sexta-feira, fazendo o melhor tempo do dia: 1min19s034. O outro carro da equipe, com Marcos Gomes e Antonio Pizzonia, ficou em terceiro, menos de um décimo mais lento.

Thiago Camilo/Lucas Di Grassi, da Ipiranga-RCM, fez o segundo melhor tempo. Já Cacá Bueno, pivô da polêmica da semana, uma vez que seria o principal prejudicado pelos comissários, marcou o 10.º tempo. O piloto da Red Bull divide o carro com Ricardo Sperafico. Nelsinho Piquet não foi bem e, em dupla com Átalia Abreu, ficou só em 14.º.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.