Hamilton elogia 'fantástico' Rosberg, mas promete manter pressão por título

Inglês promete lutar até o fim por título na Fórmula 1

Estadão Conteúdo

23 Outubro 2016 | 21h05

Lewis Hamilton cruzou em primeiro lugar a linha de chegada do GP dos Estados Unidos, neste domingo, e conseguiu sua 50.ª vitória na Fórmula 1. A conquista, no entanto, não foi suficiente nos planos para tirar o título da temporada do alemão Nico Rosberg. Ciente que será muito difícil ficar com o troféu no final do ano, o britânico prometeu lutar até o fim.

"O que posso fazer é dar o meu máximo, seguir fazendo o mesmo a cada final de semana. Nico é fantastico, mas vou continuar pressionando", comentou Hamilton em entrevista coletiva após a prova no Circuito das Américas, em Austin, no Texas.

Com a vitória deste domingo, Hamilton diminuiu para 26 pontos a desvantagem em relação ao seu companheiro de Mercedes. No entanto, Rosberg fez sua parte ao terminar a corrida no segundo lugar e manteve uma distância confortável na ponta. Para ser campeão, mesmo que o britânico vença as três últimas corridas, Rosberg precisa de dois segundos lugares e um terceiro.

Hamilton sabe que depende de um tropeço de Rosberg, portanto mantém os pés no chão. "Não penso no título, me concentro em fazer o meu trabalho. Não posso controlar o que acontece além disso. Preciso fazer meu trabalho a cada final de semana", acrescentou.

A briga pelo título da Fórmula 1 segue no próximo final de semana, quando será disputado o GP do México, que terá a largada às 16 horas (de Brasília). Em seguida, Brasil e Abu Dabi fecham o calendário com provas nos dias 13 e 27 de novembro, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.