Ferenc Isza/ AFP
Ferenc Isza/ AFP

Hamilton bate, e Rosberg comemora melhor tempo na Hungria

Britânico pede desculpas à equipe por colisão na segunda sessão de treinos

Estadão Conteúdo

22 de julho de 2016 | 15h05

A sexta-feira começou bem, mas terminou mal para Lewis Hamilton. Na primeira sessão de treinos livres para o GP da Hungria, ele fez o melhor tempo tranquilamente. Na segunda, logo no início, o britânico rodou e bateu de lado.

"Obviamente, não foi a melhor sessão para mim. Minhas desculpas à equipe por todo o trabalho pesado que tiveram para deixar meu carro bom novamente. Felizmente tive um bom sentimento nas poucas voltas que fiz e claramente temos um bom ritmo", comentou o piloto inglês da Mercedes.

A batida fez a Mercedes trocar a suspensão dianteira e fazer alguns ajustes na carenagem. A expectativa de Hamilton é que as mudanças feitas no carro não alterem o acerto que ele conseguiu antes do acidente.

Conseguir a pole position no treino deste sábado é importante para o inglês, pois ele está na segunda colocação na classificação geral, um ponto apenas atrás do seu companheiro de equipe, Nico Rosberg, que alcançou o melhor tempo na segunda sessão. "Vamos ver se amanhã (sábado) eu consigo recuperar o tempo perdido na primeira sessão para ficar mais forte no classificatório", disse.

De contrato renovado com a Mercedes até 2018, em acordo anunciado nesta sexta-feira, o alemão Nico Rosberg só teve o que comemorar. Depois de Hamilton rodar, ele ficou com o caminho livre para passear no circuito de Hungaroring. O alemão marcou o tempo de 1min20s435, único piloto a conseguir fazer uma volta em menos de 1min21.

"Foi um dia impressionante para nós. Claro que isso não necessariamente nos garante em uma boa posição amanhã. Mas para nós é muito positivo. Me sinto ótimo, o carro está muito rápido, então é um bom começo para o final de semana", comemorou.

Rosberg ainda destacou as mudanças feitas na pista para a temporada. Na opinião dele, favorece as Mercedes. "Acho que o novo asfalto nos ajuda, por isso estamos tão otimistas em conseguir um grande resultado no domingo".

Por fim, ele falou sobre a renovação de contrato. "É muito bom começar o dia com esse acerto. É mais um aspecto positivo para o final de semana. Agora estão muito empolgado para o resto da semana na minha incrível flecha de prata", finalizou.

Os pilotos voltam à pista neste sábado, quando serão realizados o terceiro treino livre e a sessão de classificação, agendada para as 9 horas (de Brasília). O horário é o mesmo da largada do GP da Hungria neste domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.