VALDRIN XHEMAJ|EFE
VALDRIN XHEMAJ|EFE

Massa lamenta problemas na Áustria; Nasr fica satisfeito

Brasileiro da Williams acaba abandonando a corrida

Estadão Conteúdo

03 de julho de 2016 | 17h39

Felipe Massa teve um domingo para esquecer. Depois de garantir o décimo lugar no classificatório para o GP da Áustria, a Williams detectou um problema na asa dianteira e o brasileiro precisou largar dos boxes neste domingo. Partiu para a corrida de recuperação, ganhou diversas posições, entrou para o Top 10, mas a falta de sorte voltou a bater na porta do piloto.

Primeiro ele teve um pneu furado, que o obrigou a fazer uma parada nos boxes fora do previsto. A cinco voltas do final, um superaquecimento dos pneus o fez abandonar a prova. "Vinha fazendo uma boa corrida de recuperação. Infelizmente aconteceram os imprevistos. Tentei poupar os freios durante toda a corrida, mas, no final, quando estava bem atrás do Gutierrez, as temperaturas esquentaram ainda mais e eu tive que parar", lamentou.

O outro brasileiro do grid atual da Fórmula 1, Felipe Nasr, deixou a prova satisfeito com o desempenho. Depois de largar nas últimas colocações, o piloto da Sauber conseguiu ganhar posições em finalizou o GP da Áustria em 13º.

"Pessoalmente, estou satisfeito com a corrida, considerando que larguei na parte de trás do grid. Na primeira parte especialmente, consegui correr muitas voltas no Top 10. Tinha um bom ritmo com os pneus macios. O resultado foi o melhor que conseguimos hoje. Podemos melhorar isso. Agora vamos nos preparar para as próximas corridas".

A próxima etapa da Fórmula 1 acontecerá no próximo domingo, no GP da Inglaterra, com largada programada para as 9h (horário de Brasília). Mesmo com a quarta colocação na Áustria, o alemão Nico Rosberg continua na liderança do campeonato com 153 pontos. Seu companheiro de Mercedes, Lewis Hamilton, que ergueu o troféu no domingo, aparece em segundo lugar com 142.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.