Patrik Stollarz/ AFP
Patrik Stollarz/ AFP

Massa reclama dos pneus e admite dia 'difícil' em Hockenheim

Brasileiro foi apenas o 13º e 15º colocado nos treinos livres na Alemanha

Estadão Conteúdo

29 de julho de 2016 | 13h35

O brasileiro Felipe Massa admitiu nesta sexta-feira que teve um dia de pouco brilho no circuito de Hockenheim. O piloto da Williams foi apenas o 13º e o 15º colocado nos dois treinos livres que abriram o GP da Alemanha, que volta à Fórmula 1 neste ano após ter ficado de fora em 2015.

"Foi uma sexta-feira muito difícil, para ser bem honesto", reconheceu o piloto. "Eu tive dificuldade para encontrar o melhor balanço para o carro e para entender o comportamento dos pneus aqui", comentou o brasileiro.

As dificuldades se refletiram nos tempos. Na primeira sessão, Massa foi quase três segundos mais lento que o alemão Nico Rosberg, o mais veloz dos dois treinos do dia. Na segunda, ficou dois segundos atrás do rival da Mercedes. Também ficou atrás do companheiro de Williams, o finlandês Valtteri Bottas.

"Não foi um bom dia também nos tempos obtidos nas voltas que completei. Tivemos problemas com os pneus. Com certeza, teremos muito trabalho pela frente até o terceiro treino livre, antes da classificação amanhã [sábado]", comentou o brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.