Massa se contenta com nono lugar no grid e vê Force India como principal rival

Brasileiro coloca como meta dianteira da Williams perante escuderia adversária

Estadão Conteúdo

29 Outubro 2016 | 20h13

O brasileiro Felipe Massa se contentou com a nona colocação no grid de largada para o GP do México. Ciente das limitações da Williams, a sua expectativa para a corrida é se manter na zona de pontuação e ficar à frente dos carros da Force India.

"Foi um classificatório muito difícil. Me esforcei muito para fazer os pneus funcionarem. Tentamos de tudo, mas não consegui fazer com que funcionassem direito. Minha melhor volta foi, na verdade, pela manhã, quando tinha mais combustível e menos alterações no carro", comentou o brasileiro, neste sábado.

Felipe Massa largará uma posição atrás de seu companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas. No entanto, a preocupação está em terminar à frente da Force India para que a Williams garanta a quarta colocação no Mundial de Construtores - o alemão Nico Hulkenberg sairá na quinta colocação e o mexicano Sergio Perez, na 12.ª.

"Apesar das dificuldades que tivemos no classificatório, conseguimos terminar no Top 10. Sabemos que a corrida amanhã (domingo) será difícil, mas precisamos nos concentrar e marcar pontos para ficar à frente da Force India", finalizou. Atualmente, a Force India aparece na quarta colocação com 138 pontos, contra 130 da Williams.

O outro brasileiro do grid, Felipe Nasr, não teve o que comemorar. Saiu logo na primeira parte do treino e largará apenas na 19.ª colocação. "Não adianta lamentar. Agora é focar na corrida de amanhã (domingo). Estou confiante em conseguir recuperar algumas posições, pois o ritmo do carro tem sido bom em corridas longas", comentou o piloto da Sauber.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.