Vincent Thian/AP
Vincent Thian/AP

Mercedes sonha em confirmar na Malásia título de construtores na Fórmula 1

Equipe alemã confia em vantagem confortável para encerrar disputa cinco etapas antes do fim

O Estado de S. Paulo

01 Outubro 2016 | 07h00

Enquanto Nico Rosberg e Lewis Hamilton prosseguem na briga particular pelo título da temporada 2016 da Fórmula 1, a Mercedes pode se beneficiar de forma definitiva da disputa entre o piloto alemão e o britânico. A equipe tem chances matemáticas de conquistar já no GP da Malásia o título dos construtores desta temporada, com cinco etapas de antecedência.

A prova no circuito de Sepang, a 16.ª da temporada, tem largada prevista para as 4 horas deste domingo. A Mercedes lidera a competição entre os construtores com 538 pontos, e tem atualmente vantagem de 222 pontos sobre a Red Bull, segunda colocada. Se fizer dobradinha no GP da Malásia, chegará a 581 pontos e não poderá mais ser alcançada.

Mesmo com a praticamente inexistente hipótese de a Mercedes não marcar mais nenhum ponto no campeonato depois da Malásia, a Red Bull poderá chegar, no máximo, a 574 pontos, e outra equipe que está na disputa, a Ferrari, a 559. A escuderia italiana soma 301 pontos.

Entre os pilotos, Nico Rosberg lidera a corrida pelo título, com 273 pontos, contra 265 de Lewis Hamilton, que se diz preparado para retomar a ponta neste fim de semana.

Com base nos resultados dos primeiros treinos em Sepang, tudo indica que a briga pela vitória na Malásia ficará restrita a Rosberg e Hamilton. Os dois dominaram com extrema facilidade as sessões e só precisaram forçar o ritmo quando o objetivo era bater o tempo do companheiro de equipe e concorrente.

O desempenho da Ferrari, tanto com Fernando Alonso quanto com Kimi Raikkonen, também a faz candidata à segunda força na pista de Sepang. A Red Bull, de Max Verstappen e Daniel Ricciardo, não mostrou boa adaptação à pista.

Ainda assim, tais dados parecem insuficientes para quebrar o domínio da escuderia alemã. Desde 2014, só deu Mercedes no campeonato de construtores. Em 2013 a equipe ficou em segundo lugar nessa disputa, superada pela Red Bull.

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1 Lewis Hamilton Nico Rosberg

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.