Mundo da F-1 presta homenagem pelos dois anos do acidente de Bianchi

Francês sofreu uma colisão no GP do Japão e morreu após nove meses

O Estado de S.Paulo

05 Outubro 2016 | 13h14

Completando dois anos do grave acidente no GP do Japão, nesta quarta-feira, o mundo da Fórmula 1 relembra a história do jovem piloto francês Jules Bianchi. Ele sofreu uma lesão no cérebro após colidir com um guindaste durante a competição. Essa foi a primeira morte na categoria desde 1994, quando Ayrton Senna não resistiu à forte batida. 

O piloto da Marussia estava com 25 anos quando sofreu o acidente, que resultou em um em coma de nove meses. Em 17 de julho de 2015, a família comunicou sua morte. 

A memória do piloto continua forte no mundo automobilístico. O australiano Daniel Ricciardo, que venceu o GP da Malásia, dedicou a vitória para Bianchi. Veja as homenagens dos fãs na internet:

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.